MENU

Com quatro quilos a mais, Ganso volta forte para brilhar novamente

Com quatro quilos a mais, Ganso volta forte para brilhar novamente

Atualizado: Sexta-feira, 11 Março de 2011 as 9:54

O meia Paulo Henrique Ganso, do Santos, está voltando mais pesado. Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, o camisa 10 ganhou cinco quilos durante os quase sete meses em que ficou parado após a cirurgia que reconstruiu o ligamento cruzado anterior, rompido durante confronto contra o Grêmio, dia 25 de agosto de 2010, pelo Brasileirão. Não que ele esteja gordo. Está mais forte. Adquiriu quatro quilos de massa muscular e um de gordura (já perdido com as atividades mais intensas dos últimos dias). No sábado, ele participará de seu primeiro jogo oficial depois da lesão. Entrará no decorrer da partida contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Paulistão.     Em 2010, ano em que se consolidou como craque do Peixe e da Seleção Brasileira, Ganso pesava 74 kg. Agora, está com 78 kg, seu novo peso ideal. O aumento foi programado. Como o meia foi obrigado a parar, a equipe do Departamento Médico do Santos aproveitou os longos períodos em que o jogador teve de passar no Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol (Cepraf), que funciona no CT Rei Pelé, para bombar o craque.

O fisiologista do Santos, Luís Fernando de Barros, explica que a meta principal do tratamento era fortalecer a musculatura das pernas para proteger os joelhos. No entanto, como havia tempo, o jogador passou a trabalhar também a musculatura dos braços e tórax.

- Com uma musculatura mais forte, tendões e ligamentos também ficam mais fortalecidos e protegidos. Serve até para prevenir novas lesões. Com mais massa muscular, o atleta vai ter mais potência, força e terá um sentido maior de proteção em divididas, por exemplo. Claro que esse ganho precisa ser bem equilibrado para que o jogador não perca mobilidade - explica.

Ganso tem 1,82m e seu percentual de gordura está em 11%.

- É um índice normal. Com 78 kg, ele entra numa média muito boa - completou Luís Fernando de Barros.

Em conversa com o GLOBOESPORTE.COM, o camisa 10 explicou que tomou gosto pelos exercícios de musculação durante o tempo em que ficou parado. Até no período de recesso para as festas de final de ano ele manteve o ritmo e treinou em Belém (PA), sua terra natal.

- Primeiro, a gente começou a trabalhar só os exercícios para as pernas. Mas aproveitei para fortalecer braços também. Estou me sentindo bem. Com esse trabalho, eu acho que vou ficar até mais preparado para as divididas.    

veja também