MENU

Com quinto tempo nos 100m livre, Cielo garante segunda final em Paris

Com quinto tempo nos 100m livre, Cielo garante segunda final em Paris

Atualizado: Sábado, 25 Junho de 2011 as 10:50

 Cielo fez o terceiro tempo dos 50m borboleta e o

quinto nos 100m livre (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Cesar Cielo garantiu presença na final dos 100m livre do Aberto de Paris ao obter a quinta melhor marca nas eliminatórias, vencidas no início da manhã deste sábado pelo francês Fabien Gilot. O Brasil contou com outros nove atletas na prova, porém a melhor colocação foi somente o 12º lugar de Bruno Fratus. As finais serão realizadas a partir das 11h30m, com transmissão do Sportv.

’Cesão’, que já passara à decisão dos 50m borboleta com a terceira marca, cravou 49s39, contra 48s72 de Gilot. O segundo colocado foi o russo Andrei Grechin (48s87) e o terceiro tempo ficou com o compatriota Danila Isotov (49s23).

Além de Fratus (50s01), os demais brasucas na prova eliminatória foram em 18º Vinicius Waked (50s41), 21º Nicholas Santos (50s55), 24º João de Lucca (50s96), 29º Rodrigo Castro (51s41), 30º empatados Fernando Silva (51s54) e Henrique Rodrigues (51s54), 35º André Brasil (51s70) e 51º André Santos (52s70).

Nicholas Santos também marca presença na final dos 50m borboleta

Com a terceira melhor marca nos 50m borboleta (23s87), Cielo terá companhia brasuca na final da prova. Nicholas Santos terminou as eliminatórias em sétimo (24s27) e garantiu sua vaga. A melhor performance foi do alemão Steffen Deibler (23s34), seguido do ucraniano Andrii Govorov (23s80).

Outros quatro brasileiros participaram da eliminatória: Gabriel Mangabeira ficou em décimo (24s60), Henrique Martins, em 17º (25s14), Fernando Silva, em 27º (25s61) e André Brasil, em 30º (25s79).

Brasileiras fora nos 200m livre

Nos 200m livre feminino, as meninas brasileiras não conseguiram lugar na final. Joanna Maranhão fez o décimo tempo (2m03s93), Monique Ferreira, o13º (2m05s90) e Julyana Kury, o 21º (2m07s24). A melhor marca foi de Silke Lipok-ALE (1m59s88), seguida de Camille Muffat-FRA (1m59s95).

Felipe França avança com o quinto tempo dos 50m

peito (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Felipe França e Tales Cerdeira na final dos 50m peito

Com o quinto e sexto tempos, respectivamente, Felipe França (28s04) e Tales Cerdeira (28s10) garantiram vaga na final dos 50m peito. Raphael Rodrigues (28s22) terminou em nono e Felipe Lima (28s25), em décimo. Ambos ficarão de fora da decisão. A melhor marca foi do alemão Hendrik Feldwehr (27s78) e o segundo lugar na eliminatória, de Damir Dugonjic (27s93), da Sérvia.

Entre as moças, 100m peito não terá Brasil na final

Nos 100m peito, as brasileiras estão da decisão. A melhor colocada foi Tatiane Sakemi, que fez o 20º tempo (1m13s23). Carolina Mussi ficou em 22º (1m13s62) e Juliana Maris foi a 24ª colocada (1m14s43). Petra Chocova, da República Tcheca, irá com o melhor tempo para a final (1m09s07), enquanto a compatriota Martina Moravcikova ficou em terceiro (1m09s79). A alemã Caroline Ruhnau terminou em segundo lugar (1m09s65).

Daynara de Paula se destaca nas eliminatórias dos

100m borboleta (Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Daynara Paula se garante nos 100m borboleta

Com o terceiro melhor tempo (1m00s18), Daynara Paula carimbou passaporte à final dos 100m feminino borboleta. Dandara Antonio (1m01s25) terminou em nono e por muito pouco não se classificou. Daiene Dias ficou em décimo (1m01s37). Com a primeira posição ficou a holandesa Inge Dekker (59s50), seguida da russa Irina Bespalova (1m00s02).

Mangabeira, Henrique Dias e Henrique Martins ficam fora nos 100m costas

Matthew Greevers dominou as eliminatórias dos 100m costas para homens. O americano cravou 53s95, seguido do francês Camille Lacourt (54s64). Gabriel Mangabeira foi o melhor entre os brasucas, terminando em décimo (56s67), mas fora das finais. Henrique Rodrigues ficou em 16º (57s74) e Henrique Dias, em 26º (59s97).

Tcheca sobra nos 50m costas

Simona Baumrtova, da República Tcheca, fez o melhor tempo (28s89) nos 50m costas para moças, cabendo à polonesa Aleksandra Urbanczyk a segunda posição nas eliminatórias (29s28). Única brasileira na prova, Fernanda Alvarenga ficou em 17º (30s62).

Leonardo de Deus faz o segundo tempo nos 200m borboleta

Marcando 2m00s74, Leonardo de Deus se classificou com o segundo melhor tempo para as finais dos 200m borboleta, atrás somente do francês Jordan Coelho (1m59s78). Já Lucas Salatta conseguiu somente o 12º lugar (2m06s52) e está fora.

Joanna Maranhão está na final dos 200m medley

O Brasil também marcará presença na decisão nos 200m medley para mulheres. Joanna Maranhão foi a terceira melhor, com o tempo de 2m18s78. O principal nome foi a russa Jana Martinova (2m18s61), com Lisa Dreesens, da Holanda, em segundo (2m18s65).

André Schultz fica em 10º nos 400m livre

André Schultz fez o 10º melhor tempo (3m59s13) das eliminatórias dos 400m livre. As três melhores marcas foram de nadadores locais: Yannick Agnel em primeiro (3m52s62), Anthony Pannier (3m53s65) em segundo e Sébastien Roualt (3m53s94) em terceiro.

Flavia Delaroli confere sua classificação no placar

(Foto: Satiro Sodré / AGIF)

  Três brasileiras na final dos 50m livres

Flavia Delaroli, Michelle Lenhardt e Tatiana Barbosa passaram à final dos 50m livre. Flavia conseguiu o quarto tempo (25s66), Michelle, o quinto (25s73) e Tatiana, o sétimo (25s94), empatada com a francesa Béryl Gastaldello.

Karine Bilski, também da França, fez a principal marca 27s66, enquanto a alemã Julia Willers conseguiu o segundo tempo (28s67).

Tales Cerdeira briga por medalha nos 200m peito

O local Huges Dubosc fez a melhor marca (2m16s88) nas eliminatórias dos 200m peito, seguido do espanhol Melquiades Alvarez Caraballo (2m17s03). Em sétimo lugar (2m18s44), Tales Cerdeira garantiu o Brasil na final da prova. Já Raphael Rodrigues (2m25s19) ficou em 11º e Felipe Lima foi desclassificado.

Fernanda Alvarenga fica em 11º nos 200m costas

Com a 11ª marca (2m20s06), Fernanda Alvarenga não conseguiu se qualificou para a final dos 200m costas. Femke Heemskerk, da Holanda, teve o desempenho mais destacado, com 2m10s95. A segunda mais rápida (2m11s53) foi da tcheca Simona Baumrtova.

veja também