MENU

Com saldo positivo, Cuca está perto de completar 50 jogos pelo Cruzeiro

Com saldo positivo, Cuca está perto de completar 50 jogos pelo Cruzeiro

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2011 as 4:10

O ano de 2011 está azul como nunca para o técnico Cuca. E olha que não é só porque ele é treinador do Cruzeiro. O time teve a melhor campanha na fase de grupos da Taça Libertadores e se classificou em primeiro no Campeonato Mineiro. A boa fase do 'professor' vem num momento importante dele na equipe mineira. Neste fim de semana, Cuca completará 50 jogos no comando do Cruzeiro, com um retrospecto bem positivo.

Cuca chegou ao Cruzeiro em junho de 2010, mas fez a estreia apenas no mês seguinte, na vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-PR, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Desse jogo para cá, em 49 partidas, foram 33 vitórias, oito empates e apenas oito derrotas, o que dá um aproveitamento de 72,8%. Com isso, o saldo de gols também é positivo: foram 97 gols marcados, contra 39 sofridos.

Cuca põe força máxima nos dois campeonatos e quer o título de ambos (Foto: Washington Alves/Vipcomm)

  Na última temporada, Cuca disputou apenas o Brasileirão, já que o time já havia sido eliminado da Taça Libertadores. E olha que Alexi Stival, nome do treinador, fez bonito na competição. O Cruzeiro brigou pelo título da competição até a última rodada, mas terminou em segundo, com 69 pontos, dois a menos que o campeão Fluminense.

  Com isso, Cuca conseguiu a classificação para a Libertadores deste ano e o time foi bem até agora: em seis partidas, cinco vitórias e um empate. Entre esses resultados, goleadas contra Guaraní-PAR, Tolima-COL e Estudiantes-ARG. Na outra competição, o Campeonato Mineiro, outros bons resultados: em 11 jogos, nove vitórias, um empate e apenas uma derrota, a única do ano, no clássico contra o Atlético-MG, quando o Cruzeiro foi derrotado por 4 a 3.

O técnico, no entanto, é humilde ao comentar o retrospecto. Para ele, tudo é fruto da qualidade do time, não apenas da vontade de trabalhar.

- É trabalhar e ter um time bom. Se não tiver time bom não adianta nada. Não adianta eu falar ‘ah, eu trabalho’. Todo mundo trabalha. Ou ‘tenho vontade de ganhar’. Todo mundo tem também. Tem que ter time bom, ver a gurizada correr, chegar ao limite, como chegam.

Mas Cuca sabe, que em time grande apenas bons resultados não são suficientes. O mais importante, segundo ele, é a conquista de títulos. Um bom ambiente para isso, ele afirma ter.

- Hoje eu me sinto realizado por trabalhar em uma estrutura tão boa quanto essa, em um ambiente tão bom como o que a gente tem aqui, com os jogadores, e também com a diretoria, que é nossa irmã. Aqui está tudo bem, as coisas caminhando certo.

Estamos ganhando os jogos, o que faz tudo ficar bom também. Se Deus quiser a gente irá até a final das duas competições.      

veja também