MENU

Com Santa Cruz e Central na popa, Náutico tenta não atracar no Porto

Com Santa Cruz e Central na popa, Náutico tenta não atracar no Porto

Atualizado: Sábado, 12 Março de 2011 as 9:28

O Santa Cruz abre a 16ª rodada do Campeonato Pernambucano neste sábado, às 16h, no Arruda, contra o Salgueiro, buscando muito mais que a vitória sobre o sexto colocado da competição (22 pontos): a liderança provisória. A três pontos do líder Náutico, que tem 34, o Tricolor ficará à frente do rival, que só joga no domingo, se vencer em seus domínios o time do interior, por causa da vantagem nos critérios de desempate.

Neste sábado também, só que às 18h30m, na Ilha do Retiro, o Sport tem contra o Araripina outra luta, fazer ao menos alguns dos muitos gols que desperdiçou no 0 a 0 contra o Salgueiro, na quarta-feira, para vencer e alcançar o G-4, de onde foi retirado pelo Porto, que tem 26 pontos, um a mais que o Rubro-Negro. Para este jogo, o técnico Hélio dos Anjos não poderá contar com o experiente Marcelinho Paraíba, que se machucou e só voltará a jogar em duas semanas. Seu substituto será Fabrício.O Náutico não terá uma tarefa fácil para se manter à frente de todos, pois vai a Caruaru enfrentar o Porto e, para não dar chance aos rivais e ficar atracado, precisa vencer. O jogo está marcado para começar às 16h, no Lacerdão, e terá transmissão da TV Globo para todo o estado de Pernambuco. Para esta partida, o técnico Roberto Fernandes terá as voltas do zagueiro Everton Luis e do lateral Airton, que cumpriram suspensão automática na vitória de 4 a 2 sobre o Vitória de Santo Antão, na quinta-feira.

- Vamos enfrentar um adversário que vem de vitória e está querendo permanecer no quarto lugar. Não será uma partida fácil, mas vamos em busca da vitória - afirmou o técnico.

Outro que está na popa do Náutico, de olho na proa, é outro time de Caruaru, o Central, vice-líder do Estadual, com 33 pontos, um a menos que o líder. Neste domingo, também às 16h, a equipe alvinegra da terra natal de Mestre Vitalino jogará fora de casa contra o Cabense, penúltimo colocado da competição, com apenas 13.  

veja também