MENU

Com sombras Renan e Alex, Julio Cesar e Danilo despertam no Timão

Com sombras Renan e Alex, Julio Cesar e Danilo despertam no Timão

Atualizado: Domingo, 3 Julho de 2011 as 8:52

O Campeonato Brasileiro não parecia ser dos mais animadores para dois jogadores do Corinthians. Culpado pela perda do título paulista ao falhar na decisão contra o Santos, Julio Cesar viu o mundo desabar sobre sua cabeça e voltou a ser questionado. Já Danilo continuava encostado no elenco e despontava como um dos candidatos a ser negociado. Mas bastou o Timão buscar reforços para o gol e o meio de campo para a dupla acordar e agora comandar a ótima campanha no torneio nacional.

Julio Cesar foi quem mais sofreu com o vice-campeonato estadual. Além de ser cobrado novamente e ter seu talento colocado em dúvida, o goleiro teve de conviver com a movimentação da diretoria. Depois de negar que estaria em busca de um novo jogador para a posição, o Timão trouxe o jovem Renan, destaque do Avaí na última Copa do Brasil. A “sombra”, porém, fez o titular despertar.

Julio Cesar e Danilo: renascidos no Campeonato Brasileiro  (Montagem: Editoria de Arte)

  - Você tem de estar bem em todos os jogos porque existe uma disputa pela posição. Você sabe que tem alguém querendo jogar no seu lugar. Eu coloquei minha cabeça no trabalho. Não estava em uma fase ruim. Eu tive um erro importante, mas vinha bem. Agora, estou dando sequência novamente – afirmou o camisa 1.

Badalado em Santa Catarina, Renan chegou ao Corinthians em 6 de junho. No dia 12 seguinte, com a garantia de Tite de que seguiria como titular, Julio Cesar voltou a ser decisivo. O goleiro fez defesas importantes na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Pacaembu. Na última quarta-feira, salvou o Alvinegro durante o bombardeio do Bahia , em Pituaçu, assegurando o triunfo por 1 a 0 e colocando a equipe na liderança isolada com um jogo a menos.

Danilo também acordou no Campeonato Brasileiro. Depois de um Paulistão apagado e correndo riscos de ser envolvido em alguma negociação, o meia, enfim, recuperou o bom futebol. Bruno César foi negociado com o Benfica-POR, enquanto Morais jamais conseguiu se firmar. Era a chance que o armador precisava para viver seu melhor momento desde que foi contratado, em janeiro de 2010.

Assim como ocorreu com Julio Cesar, o Corinthians também foi atrás de um reforço para a posição e não economizou: pagou R$ 14 milhões para tirar Alex do Spartak Moscou-RUS. Danilo, contudo, se firmou como titular com grandes atuações e fez Tite deixar a contratação milionária no banco de reservas contra o Bahia.

- É importante dar sequência no trabalho. Eu não acho que é problema essa concorrência. Quanto mais jogadores a gente tiver, melhor. O campeonato é longo e vamos precisar de todos – ressaltou o armador.

Além de ter mais peças para escalar em caso de eventuais problemas, Tite tenta aumentar a competição interna. O treinador tem ainda Emerson no banco de reservas para usar no ataque e ganhará, em setembro, o centroavante Adriano, em fase de recondicionamento físico depois da cirurgia no tendão do pé esquerdo.

- Eu não digo que os jogadores crescem, mas a equipe se fortalece. Na medida em que qualificamos o grupo, temos mais chances de chegar ao êxito. Eu sempre digo aos atletas para competir com lealdade, jogar bem porque o outro está botando pressão no banco. Cada um buscando seu espaço – completou.            

veja também