MENU

Com tabu em jogo, Vasco e Atlético-PR se enfrentam na Colina

Com tabu em jogo, Vasco e Atlético-PR se enfrentam na Colina

Atualizado: Sábado, 16 Julho de 2011 as 8:09

Vasco de Alecsandro recebe o Furacão do Madson

(Foto: Montagem sobre foto do Globoesporte.com)

  Vasco e Atlético-PR se enfrentam neste sábado, às 18h30m (de Brasília), em São Januário, com uma grande escrita em jogo. O Furacão nunca venceu a equipe da Colina no Rio de Janeiro em partidas do Campeonato Brasileiro. No histórico, são dez vitórias cariocas e três empates. Para os paranaenses, que estão na lanterna com apenas dois pontos em nove rodadas, nada seria melhor do que encerrar este jejum e conseguir a primeira vitória na competição.

No Vasco, a vitória sobre o Inter na última rodada deu mais tranquilidade. Agora, a meta é conseguir o segundo resultado positivo dentro de casa e não frear a subida na tabela.

O PFC transmite a partida ao vivo para todo o Brasil pelo sistema pay-per-view . O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos. O mineiro Alicio Pena Júnior apita o duelo. Ele será auxiliado pelos conterrâneos Helberth Costa Andrade e Jair Albano Félix.

  Vasco: : no planejamento dos cruz-maltinos não há espaço para tropeços dentro de casa. A ordem na Colina e conseguir os três pontos contra o Atlético-PR e encostar de vez no grupo dos clubes que vão brigar pela vaga entre os quatro primeiros. Além disso, como já tem vaga na Libertadores garantida, o clube está de olho em não deixar o líder Corinthians abrir demais. Neste momento já são 11 pontos de vantagem.

Atlético-PR: já são nove partidas sem vencer pelo Campeonato Brasileiro. Lanterna, o Furacão vê os adversários se distanciarem. Mesmo se conquistar um resultado positivo, o Atlético-PR não sai da zona de rebaixamento. Portanto, os três pontos são fundamentais para o início de uma tentativa de arrancada na competição.

Vasco: : a equipe do técnico Ricardo Gomes só deve ter uma alteração em relação ao time que venceu o Inter na última rodada. Com Fagner suspenso, Allan foi chamado de volta da Seleção Sub-20 e deverá fazer a lateral direita. Bernardo, que entrou na vaga do barrado Diego Souza, seguirá entre os titulares. Com Julinho ainda sem a regularização, Marcio Careca foi mantido na esquerda. A provável escalação é: Fernando Prass, Allan, Dedé, Anderson Martins e Marcio Careca; Romulo, Juninho, Felipe e Bernardo; Eder Luis e Alecsandro.

Atlético-PR: Renato Gaúcho fechou os últimos treinos antes do jogo e não revelou o time. Porém, ele deve fazer duas mudanças. Na esquerda, por opção, Paulinho ganha o lugar de Marcelo Oliveira. Para a vaga do machucado Paulo Baier, o técnico tem três opções: Guerrón, Adaílton e Marcinho. O primeiro deve ser o escolhido. A provável escalação: Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson e Madson; Guerrón (Adaílton ou Marcinho) e Morro García.

Vasco: Fagner levou o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Internacional e cumpre suspensão contra o Furacão.

Atlético-PR: o volante Wendel, que já não atuou no empate com o Avaí, sofreu lesão no tornozelo. O meia Paulo Baier, que foi titular no fim de semana passado, machucou a coxa. Por fim, o atacante Nieto sofreu lesão no tornozelo e deve ficar até um mês longe dos gramados. Não há jogadores suspensos.

Vasco: Diego Rosa, Felipe e Márcio Careca.

Atlético-PR: Cléber Santana.

Vasco: há seis partidas sem marcar, Alecsandro vive seu maior período de jejum no clube e está ansioso para voltar a balançar a rede. Foi contra o Atlético-PR, no empate em 2 a 2 na Arena da Baixada, pela Copa do Brasil, que o atacante fez pela primeira vez a comemoração da careta com a camisa cruz-maltina. Na ocasião, a torcida atleticana e o árbitro não encararam bem, tanto que ele levou um cartão amarelo.

Atlético-PR: o meia Madson, que se destacou com a camisa do Vasco no início da carreira, foi o melhor em campo no empate com o Avaí e é o jogador do Furacão que mais finaliza – 29 vezes. Ele marcou um dos dois gols da equipe no Brasileirão, no empate por 1 a 1 com o Flamengo, pela quarta rodada.

Ricardo Gomes, técnico do Vasco : "Será um jogo importante. Independente da classificação, o Atlético é um time agressivo, nós empatamos no último minuto na Copa do Brasil. Será um jogo difícil, mesmo com a posição na tabela. Não levo em consideração a lanterna. Vi um time com alternativas de jogada na última rodada" .

Renato Gaúcho, técnico do Atlético-PR: "Não adianta fazer muitas mudanças. A gente precisa dar entrosamento para a equipe. Se mexer toda hora, você não passa confiança para ninguém. Não estou falando que a equipe vai ser 100% aquela, mas se mexer, vai ser uma ou duas mexidas, no máximo".

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia .

* O confronto tem alta média de gols pelo Brasileirão: 3,1 por partida. Foram marcados 87 gols em 28 jogos. Houve apenas dois empates por 0 a 0.

* O Vasco é o time que mais faltas cobrou neste Brasileirão (22), enquanto o Furacão é que mais cabeceou (27 vezes).

* O Atlético-PR jamais derrotou o Vasco no Rio de Janeiro na história do Campeonato Brasileiro. Em 13 jogos em São Januário, o time da casa obteve dez vitórias e três empates.

Vasco e Atlético-PR se enfrentaram pela última vez há apenas três meses. No dia 12 de maio, as equipes empataram por 1 a 1 em São Januário. A partida selou a classificação do time da Colina - que mais tarde se tornaria campeão - às semifinais da Copa do Brasil. Elton foi o herói do jogo ao marcar aos 34 minutos do segundo tempo o gol de empate do Vasco. Nieto abriu o placar para o Furacão.          

veja também