MENU

Com um gol de Hulk, Porto despacha Spartak e avança para as semifinais

Com um gol de Hulk, Porto despacha Spartak e avança para as semifinais

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 4:33

Assim como já tinha feito jogando em casa, o Porto não tomou conhecimento do Spartak na partida de volta das quartas de final da Liga Europa e voltou a golear os rivais na tarde desta quinta-feira, em Moscou. Com gols de Hulk, Rodríguez, Falcao, Guarín e Ruben Micael, os visitantes derrotaram os russos por 5 a 2 e avançaram às semifinais do torneio continental. No jogo de ida, no estádio do Dragão, os portugueses venceram por 5 a 1. O adversário sairá do confronto entre Villarreal e Twente, que se enfrentam ainda nesta quinta. Os espanhóis venceram o primeiro confronto por 5 a 1. A primeira semifinal será disputada no dia 28, em Portugal. O jogo de volta será em 5 de maio, na Espanha ou na Holanda.

Falcao, Hulk e Guarín comemoram o terceiro gol do Porto em Moscou (Foto: AFP)

  Hulk deixa a sua marca

O jogo até parecia que seria mais complicado para o Porto, justamente por ser em Moscou. Mas ficou só no quase. Aos 27 minutos da etapa inicial, os portugueses abriram o marcador. Falcao tocou para Hulk, que arrancou em velocidade do meio-campo, passou pela marcação e bateu na saída do goleiro Dykan: 1 a 0.     E os portugueses não pararam por aí. Aos 46, Hulk cobrou escanteio da direita para Cristian Rodríguez. O uruguaio subiu mais do que a defesa russa e desviou de cabeça para o fundo da rede. Festa do Porto, que ampliou ainda mais a vantagem construída na primeira partida.

Nem mesmo a presença de Alex, destaque do Spartak na Liga Europa, foi suficiente para os russos sonharem com a classificação em casa. Na etapa final, os portugueses fizeram mais logo no primeiro minuto. Falcao avançou pela direita e soltou a bomba para defesa de Dykan. A bola sobrou para o colombiano, que rolou para Guarín marcar.

Após duas assistências, Falcao faz o dele

Hulk e Falcão comemoram em Moscou (Foto: AP)

  Aos sete, o Spartak diminuiu o marcador. Dzyuba fez um carnaval na defesa do Porto, passou por Otamendi e Rolando e tocou na saída do goleiro Hélton. Dois minutos depois, Falcao fez mais um para os portugueses. Hulk cobrou escanteio, Rodríguez desviou de cabeça, e o colombiano mergulhou para roçar na bola e fazer o quatro dos Dragões.

Os russos deram mais um leve suspiro durante o confronto. O brasileiro Ari recebeu na entrada da área, driblou o goleiro Hélton e tocou para o gol.

O Porto ainda faria mais um gol para fechar o caixão dos rivais. Já sem Falcao Garcia, que deixou a partida aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de James Rodríguez, os portugueses fizeram o quinto aos 44. Após chute de Rodríguez no travessão do Spartak, Rubén Micael pegou a sobra e tocou para o fundo do gol. Festa dos Dragões. No placar agregado: 10 a 3.      

veja também