MENU

Contra o rebaixamento, Bahia e Atlético-PR se enfrentam em Pituaçu

Contra o rebaixamento, Bahia e Atlético-PR se enfrentam em Pituaçu

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 10:42

Souza (esquerda) e Morro são esperanças de gol

(Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

  A luta contra o rebaixamento tem sido uma constante de Bahia e Atlético-PR nesta Série A do Campeonato Brasileiro. As duas equipes praticamente passaram toda a competição na parte de baixo da tabela, sob influência do fantasma da Segunda Divisão. Nesta quarta-feira, os dois times estarão frente a frente pela 25ª rodada para colocar à prova a tentativa de recuperação na competição.

O Atlético-PR não perde há três rodadas. Depois da goleada sofrida para o Grêmio por 4 a 0, o Furacão empatou com Palmeiras e Figueirense, e venceu o Flamengo. O Bahia, por sua vez, venceu a primeira sob o comando de Joel Santana no último domingo e deixou a zona de rebaixamento. Com esse retrospecto, os dois times se enfrentam às 20h30m (horário de Brasília), no estádio de Pituaçu.

Com a vitória sobre o Fluminense, o Bahia espera repetir os dois triunfos consecutivos do primeiro turno. Na época, após vencer o time carioca no Rio de Janeiro, o Tricolor foi a Curitiba e derrotou o Atlético-PR por 2 a 0 na Arena da Baixada. Diante da empolgação baiana, o técnico Antônio Lopes decidiu escalar a equipe na defensiva para explorar os contra-ataques em Pituaçu.

A partida terá arbitragem do capixaba Pablo dos Santos Alves, que será auxiliado por Clériston Clay Barreto Rios (SE) e Eduardo Lincoln Neves (RN). O GLOBOESPORTE.COM acompanha o jogo em Tempo Real com vídeos.

Bahia: o time busca a segunda vitória consecutiva sob o comando do técnico Joel Santana. Depois de vencer o Fluminense por 3 a 0, no domingo, o Bahia tenta engrenar na Série A do Campeonato Brasileiro e se afastar da zona de rebaixamento para a Segunda Divisão.

Atlético-PR: quatro pontos atrás do Tricolor baiano, o Furacão precisa vencer para se aproximar da saída da zona de rebaixamento. Além disso, o Rubro-Negro quer recuperar pontos perdidos diante Palmeiras e Figueirense, na Arena da Baixada.

Bahia: depois de conquistar a primeira vitória no comando do Tricolor, o técnico Joel Santana vai manter a escalação do time que venceu o Fluminense. A única mudança será o retorno do zagueiro Paulo Miranda, que cumpriu suspensão na última rodada. Assim, a escalação será: Marcelo Lomba; Marcos, Titi, Paulo Miranda e Dodô; Fahel, Fabinho, Hélder e Carlos Alberto; Jones e Souza.

Atlético-PR: Lopes conta com as voltas do volante Marcelo Oliveira e dos atacantes Guerrón e Morro García, desfalques no empate com o Figueirense. Eles substituem Cléber Santana, Adaílton e Rodriguinho. Outra troca é a entrada de Paulo Baier no lugar do machucado Madson. A escalação: Renan Rocha; Edílson, Manoel, Rafael Santos e Heracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Renan "Foguinho" e Paulo Baier; Guerrón e Morro García.

Bahia: os zagueiros Nen e Thiego, o lateral Ávine e o volante Diones ficam de fora por causa de lesões.

Atlético-PR: os meias Madson e Marcinho, com lesões na coxa, foram vetados pelo departamento médico e nem viajaram para Salvador. Além deles, o volante Cléber Santana foi punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na terça-feira e também desfalca o Furacão.

Bahia: Ávine, Jones, Lulinha e Ricardinho.

Atlético-PR: Fabrício, Rodriguinho e Wagner Diniz

Souza (atacante do Bahia): depois de fazer dois gols contra o Fluminense, o atacante se firmou como artilheiro do Bahia na Série A do Brasileiro. Como principal atacante do clube, o jogador espera reviver a boa fase de 2006, quando foi artilheiro da competição.

Morro García (atacante do Atlético-PR): o uruguaio, desfalque nos últimos nove jogos do Furacão, se recuperou de uma lesão no pé e será titular nesta quarta-feira. Maior investimento da história do Atlético-PR, Morro García marcou apenas dois gols em oito jogos. Nesta quarta-feira, ele vai tentar melhorar a média dele e do Rubro-Negro, que tem o pior ataque da competição, com apenas 24 gols.

Joel Santana, técnico do Bahia: “Esse vai ser um jogo perigoso. O Atlético-PR vem como franco atirador e vai jogar em cima de nossos erros. A responsabilidade será nossa”.

Antônio Lopes, técnico do Atlético-PR: “O Bahia mostrou, contra o Fluminense, que está com uma grande equipe, está muito bem. Mas nós vamos confiantes, na expectativa de que a nossa equipe faça uma grande partida, como fez contra o Flamengo, e possa ganhar o jogo”.

* Confira o histórico do confronto na Futpédia .

* As duas equipes já se enfrentaram 19 vezes nos Brasileiros. Foram nove vitórias do Atlético-PR, cinco empates e cinco triunfos do Bahia.

* Com o Bahia como mandante, os números são diferentes. O Bahia venceu quatro, empatou quatro e perdeu apenas duas.

* A última partida entre as duas equipes em Salvador foi em 23 de novembro de 2003. O Atlético-PR venceu por 2 a 0 com gols de Alex Mineiro e Marcelo Souza (contra).

* Há 20 anos uma partida entre as duas equipes não termina empatada. A última vez que isto aconteceu foi em 91, quando o jogo ficou em 1 a 1 em Salvador.

No primeiro turno do Brasileiro, o Bahia  conseguiu a segunda vitória na competição exatamente contra o Atlético-PR. Na Arena da Baixada, com gols de Marcone e Lulinha, o Tricolor derrotou o Furacão por 2 a 0.          

veja também