MENU

Contra o Verdão, Fabuloso relembra seu pior momento pelo São Paulo

Contra o Verdão, Fabuloso relembra seu pior momento pelo São Paulo

Atualizado: Sábado, 26 Novembro de 2011 as 9:56

Contratado por R$ 17,5 milhões no mês de março, Luis Fabiano chega finalmente à sua primeira grande decisão no São Paulo. A necessidade da vitória no clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, faz recair sobre o camisa 9 todas as esperanças da diretoria e principalmente, da torcida, que passou toda a temporada desconfiada quanto ao poder de decisão da equipe.

Mas, assim que pisar no gramado do estádio do Pacaembu, certamente um filme de péssimas recordações passará na cabeça do Fabuloso. Foi em 2004, no mesmo Paulo Machado de Carvalho, que Luis Fabiano viveu seu pior momento pelo São Paulo.

A equipe do Morumbi havia acabado de ser eliminada da Taça Libertadores daquele ano pelo Once Caldas (COL), e a torcida, revoltada com o time, foi ao estádio com camisas amarelas, além de faixas de protesto chamando os jogadores de “amarelões” e “covardes”. Os principais alvos? O goleiro e capitão Rogério Ceni e Luis Fabiano.

Torcida foi de camisa amarela no clássico para protestar  (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do SPFC) Para piorar ainda mais as coisas, os dois pilares da equipe foram diretamente responsáveis pela derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, na partida realizada no dia 27 de junho. Ceni falhou em um dos gols marcados por Vágner Love, enquanto Fabuloso desperdiçou uma cobrança de pênalti. Foi aí que surgiram os gritos das arquibancadas.

- Luis pipoqueiro, Luis pipoqueiro, Luis pipoqueiro! Ao final da partida, mais protestos. E o Fabuloso saiu de campo com a certeza de que dificilmente haveria clima para continuar. Dias depois, o clube anunciou a venda do jogador para o Porto (POR) por US$ 7,5 milhões.

Luis nem gosta muito de falar sobre o assunto, mas claramente aponta aquele domingo como seu pior momento no São Paulo.

– Sem dúvida foi o meu pior momento no clube, pois eu não esperava que parte da torcida do São Paulo pudesse chegar ao ponto de fazer o que fez. Aquele jogo foi uma decepção. Mas não teve nenhuma relação com a minha saída – afirmou o Fabuloso que, na época, era alvo de vários times da Europa.

Luis Fabiano está pronto para o clássico deste domingo, no Pacaembu (Foto: Luiz Pires / Vipcomm) O tempo passou, o atacante ficou várias temporadas no futebol europeu e retornou ao seu clube do coração em 2011. Agora, mesmo com o Tricolor “refugando” em todas as decisões que disputou na temporada, Luis Fabiano é um dos mais otimistas com o jogo deste domingo.

– O que me faz acreditar é a confiança que tenho no meu futebol e nos meus companheiros. Se for para entrar em campo achando que não podemos vencer, prefiro nem entrar – ressaltou.        

veja também