MENU

Conversa com Autouri deixa Bota otimista e na torcida contra Catar

Conversa com Autouri deixa Bota otimista e na torcida contra Catar

Atualizado: Sexta-feira, 25 Novembro de 2011 as 3:17

Autuori se encontra com diretoria do Botafogo

(Foto: Divulgação) Domingo será dia da diretoria do Botafogo torcer em dobro. Além de ficar na expectativa por um bom resultado de sua equipe contra o Atlético-MG para continuar na briga por uma vaga na Libertadores, os dirigentes alvinegros sonham com um mau resultado do Catar na disputa do pré-olímpico asiático. Tudo por conta da conversa que se desenrolou entre o presidente Maurício Assumpção e o técnico Paulo Autuori. O treinador mostrou desejo de voltar ao Brasil e animou a cúpula alvinegra, que, entretanto, ainda não apresentou nenhuma proposta. Para isso acontecer, é preciso que o Catar fique sem chances de garantir uma vaga em Londres 2012 para que a federação local possa liberar mais facilmente seu comandante. Neste domingo, o Catar faz o último jogo da primeira fase contra Omã. Se empatar, já estará fora da disputa.

Autuori, campeão brasileiro pelo Botafogo em 1995, sempre foi o sonho da diretoria alvinegra que vê nele a pessoa capaz de fazer a equipe brigar por títulos. Seu currículo vitorioso traria uma confiança extra à equipe que tem faltado especialmente na reta final dos dois últimos brasileiros.

Quem também ganha força em General Severiano é Oswaldo Oliveira. Inicialmente, o treinador não estava na lista dos primeiros nomes a serem tentados. Mas a boa repercussão de um possível interesse do Botafogo em o contratar e, principalmente, a intenção do presidente Maurício Assumpção em ter um técnico com títulos expressivos no currículo impulsionaram seu nome. O mandatário alvinegro sempre deixou claro que Oswaldo de Oliveira era um de seus preferidos.

Antes bastante cotado, Jorginho perde força no Botafogo. O técnico era considerado a primeira opção caso o sonho de trazer Autuori se mostrasse impossível. Mas a renovação oficial de contrato com a Portuguesa fez com que o interesse diminuísse. Marcelo Oliveira, por sua identificação com o clube, também é um nome que agrada. O seu novo vínculo com o Coritiba não seria um entrave para a negociação.          

veja também