MENU

Copa América e Mano: destinos que se cruzam após ascensão meteórica

Copa América e Mano: destinos que se cruzam após ascensão meteórica

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 9:58

Mano: preparado para o frio e a pressão do torneio

(Foto: Mowa Press)

  A Copa América da Argentina, que começa para o Brasil no próximo domingo, contra a Venezuela, em La Plata, é a primeira competição oficial da era Mano Menezes. E na cabeça do treinador, a principal recordação desse torneio é o título de 2004, com vitória histórica sobre a anfitriã deste ano, nos pênaltis.

- A recordação mais forte que tenho é da conquista de 2004. A competição estava indo embora e nós empatamos o jogo com um gol do Adriano, depois vencemos nos pênaltis. Estávamos praticamente fora, mas o jogo deu uma demonstração de como é o futebol: tem de acreditar até o fim na sua capacidade – falou Mano.

Naquela época, o treinador nem imaginava estar na situação de agora. Ele ainda era técnico do XV de Novembro de Campo Bom-RS, semifinalista da Copa do Brasil. E por conta desse trabalho foi contratado pelo Caxias. De lá foi para o Grêmio, teve passagem de sucesso pelo Corinthians e desembarcou ano passado na Seleção.

- Proporcionalmente foi muito rápida essa transformação na minha vida. Mas no futebol você está sempre sujeito a mudanças e precisa estar preparado para quando as oportunidades maiores surgem - disse o comandante, que até agora fez oito amistosos pelo Brasil, com cinco vitórias, um empate e duas derrotas.          

veja também