MENU

Copa do Mundo do Brasil já supera a edição de 2007 em número de países inscritos

Copa do Mundo do Brasil já supera a edição de 2007 em número de países inscritos

Atualizado: Sexta-feira, 18 Abril de 2008 as 12

Copa do Mundo do Brasil já supera a edição de 2007 em número de países inscritos

 

Dezenove nações confirmaram presença na etapa brasileira da Copa do Mundo, quatro a mais do que no ano passado. Inscrições ainda estão abertas

 

A II Brazil Judo World Cup, a etapa brasileira da Copa do Mundo de Judô, já bateu um recorde antes mesmo de as lutas começarem no tatame. O evento, que será realizado de 3 a 5 de maio, em Belo Horizonte, Minas Gerais, já tem confirmada a participação de 19 países, quatro a mais que na edição de 2007. As inscrições para a competição ainda estão abertas e este número pode aumentar.

Estarão em Belo Horizonte atletas de Cuba, França, Alemanha, Argentina, Aruba, Bahamas, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala, Paraguai, Peru, Suíça, Uruguai, México, Eslovênia, Costa Rica e Antilhas Holandesas, além do Brasil.  

"Desde o início do planejamento da Copa do Mundo, nosso objetivo era superar o número de países participantes. A Copa do Mundo de Belo Horizonte tem a importância de consolidar a posição do judô brasileiro como excelência em organização de eventos, já que os resultados dos nossos atletas falam por sim", diz o presidente da Confederação Brasileira de Judô, Paulo Wanderley Teixeira.

Para Maurício Santos, diretor executivo da Copa do Mundo de Belo Horizonte, este número de inscritos comprova o prestígio do judô brasileiro.

"A Brasil Judo World Cup é hoje o maior evento do judô nacional e única etapa da Copa do Mundo realizada nas Américas. Os atletas, que recebem tratamento especial e as melhores condições de hospedagem, alimentação, competição e treinamento, vão gostar muito de disputar este evento", diz Mauricio Santos.

A seleção brasileira promete brilhar novamente na Brazil Judo World Cup. Neste ano, o país competirá com quatro equipes completas: Sênior, Sênior B, Sub-23 e Júnior. Ou seja: as 14 feras convocadas para os Jogos Olímpicos de Pequim estão confirmadas.

"O belo desempenho da seleção brasileira nos últimos anos faz com que haja interesse dos países em estar aqui conosco competindo. Sem dúvidas será uma grande oportunidade para que a nossa torcida esteja próxima dos atletas num ano olímpico", explica Ney Wilson, coordenador técnico internacional da CBJ.

veja também