MENU

Copa do Mundo e Ganso preocupam Pelé, que dá apoio a Ronaldo

Copa do Mundo e Ganso preocupam Pelé, que dá apoio a Ronaldo

Atualizado: Sexta-feira, 18 Fevereiro de 2011 as 3:24

A Copa do Mundo preocupa. Paulo Henrique Ganso também. Mas Ronaldo tomou a decisão certa ao se aposentar. Durante evento de patrocinador em São Paulo, Pelé falou especialmente sobre esses três assuntos. Durante mais de uma hora, o Rei do Futebol deu suas opiniões sobre os assuntos de momento no futebol. E o que mais chamou a atenção foi a preocupação do ídolo brasileiro em relação ao Mundial de 2014.

- O Brasil está correndo um grande risco de nos envergonhar na administração da Copa do Mundo - criticou Pelé, lembrando também o problema dos aeroportos.     Santista de coração, o Rei do Futebol mostrou-se chateado também com a polêmica envolvendo Paulo Henrique Ganso. O meia busca uma renovação de contrato com um salário melhor, assim como Neymar conseguiu no ano passado. Mas a demora na negociação fez surgirem especulações de mudança de clube. Pelé não gostou de saber disse e reclamou dos empresários do camisa 10 do Peixe.

- É a necessidade dos empresários em ficarem com a comissão deles. Quando fui campeão mundial com 17 anos, eu tinha o sexto salário do Santos e esperei mais um ano e meio para reformar o meu contrato - acrescentou o Rei do Futebol.

A aposentadoria de Ronaldo também foi tema da conversa com Pelé, que, via conferência, teve a companhia do piloto de F-1 Felipe Massa, patrocinado pela mesma empresa. Confira, então, os principais temas abordados na coletiva:

Caso Ganso

“Essa polêmica do Ganso me deixa muito triste. Ainda não conversei com ele, mas é muito triste ouvir isso. Tem muito jogador começando agora e já quer mudar de clube por causa de dinheiro. O Ganso é um atleta que está saindo de uma contusão agora. Tem de pensar primeiro em voltar a jogar, ter um pouco de calma, depois pensar em sair. Isso tudo, na verdade, é a necessidade dos empresários em ficar com a comissão deles. Quando fui campeão mundial com 17 anos, eu tinha o sexto salário do Santos e esperei mais um ano e meio para reformar o meu contrato”.

Aposentadoria do Ronaldo

“Eu entendo o que Ronaldo tem dito. Realmente é muito difícil parar quando você sente a necessidade, até por ser algo que gosta muito de fazer. É preciso estar muito bem preparado. Se eu fosse o Ronaldo teria parado em 2009, depois que o Corinthians ganhou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Ali era o momento ideal e parar. Mas por tudo que ele passou, não tem de dizer agora que fracassou. Ele não fez nada de errado. Ele ressuscitou o Paulistão e o Brasileiro quando voltou”.

Exportação x repatriados

“Nós estamos atravessando uma fase complicada no futebol brasileiro. Antes nós exportávamos bastante, mas tinha reposição. Nós mandamos para lá Falcão, Zico, Raí, mas sempre tivemos substitutos à altura, porque havia uma boa renovação. Só goleiro que tínhamos dificuldade. Agora, a situação inverteu. Continuamos vendendo vários jogadores, mas não tivemos reposição. É só ver que os craques do último Brasileirão foram argentinos (Conca e Montillo). Diante disso, estamos vivendo o retorno de alguns jogadores, como o Ronaldinho e o Rivaldo. Mas não são os mesmos de dez anos atrás. Não tem como. Eles estão vindo para descansar. Mas, claro, que se estiverem em boa forma física serão as grandes figuras”.

Copa do Mundo de 2014

“O atraso nas obras é algo que está realmente nos preocupando. Todos sabem a nossa luta para conseguir a Copa do Mundo e a Olimpíada. Rodamos o mundo inteiro atrás de votos e agora estamos em um momento preocupante para todos aqueles que trabalharam nesse projeto. O Brasil tem a obrigação de fazer uma boa Copa do Mundo. O Brasil está correndo um grande risco de nos envergonhar na administração da Copa do Mundo. Principalmente na comunicação. Os aeroportos estão assustando demais. Não só o pessoal daqui, mas lá de fora também”.

Copa América na Argentina

“A Argentina é sempre favorita, ainda mais jogando em casa. Mas já não assusta mais. Hoje o futebol é dentro do campo. Com a comunicação e vários jogadores na Europa, todo mundo se conhece. Mas sem dúvida a Argentina é favorita".    

veja também