MENU

Corinthians marca dois nos acréscimos e fica no 3 a 3 com o Comercial

Corinthians marca dois nos acréscimos e fica no 3 a 3 com o Comercial

Atualizado: Domingo, 18 Março de 2012 as 6:14

A melhor defesa do Campeonato Paulista falhou e o Corinthians precisou se superar para deixar Ribeirão Preto com um empate heróico contra o Comercial, neste domingo. Perdendo por 3 a 1 até os 44 minutos do segundo tempo, o time do Parque São Jorge que só havia sofrido seis gols em 13 jogos, viu o pior time do Paulistão marcar três gols. Mas Gilsinho e Ramon, heróis improváveis de de um time recheado de reservas, marcaram os gols que deixam o Corinthians um ponto atrás do Palmeiras, na ponta da tabela. O São Paulo, que venceu o Santos, tira a vice-liderança do Corinthians no saldo de gols.

Pela primeira vez no ano o Corinthians deixou um jogo com mais de três gols marcados, o saldo teria sido melhor se a defesa não tivesse falhado nos dois últimos gols do Comercial. O time agora tem 19 gols pró contra nove gols contra.

O Campeonato Paulista tem servido apenas para Tite observar jogadores reservas e potenciais titulares que por lesão ou por um mau momento técnico perderam espaço. Contra o Comercial, em Ribeirão Preto, o treinador pôde ver que Emerson “Sheik”, que apesar de uma lesão crônica tem conseguido jogar nos últimos jogos, pode ser melhor aproveitado nos compromissos mais importantes do time neste primeiro semestre. Ele foi o melhor do time da capital.

Na quarta-feira os titulares do Corinthians voltam a ser escalados, desta vez pela Libertadores. O time tentará tomar a liderança do grupo 6 do torneio contra o Cruz Azul, no Pacaembu. Na próxima rodada do Paulistão a briga também valerá a ponta da tabela. O Corinthians receberá o Palmeiras para o último clássico da fase de classificação do Estadual. Já o Comercial joga contra a Portuguesa no Canindé.

 

O jogo No primeiro tempo da partida disputada sob forte calor no Estádio Palma Travassos o Corinthians, mesmo com reservas, não teve dificuldade de se impor contra o lanterna do Paulistão. E Emerson foi logo criando as melhores chances do jogo. Aos 17 e aos 19, o “Sheik” mandou a bola no travessão de Alex. Primeiro após aproveitar passe de Willian na grande área. Depois, aos 19, ele arrancou do campo de defesa e sem rivais pela frente chegou à área mandando a bola na trave mais uma vez.

O forte calor fez com que o árbitro Alessandro Darcie parasse o jogo na metade do primeiro tempo. Depois da parada, o Comercial foi melhor. Tanto que não demorou para assustar o Corinthians. Aos 25, Elionar Bombinha cabeceou no travessão. O atacante, aos 31, foi o pivô na grande área e rolou para Elton, de fora da área, acertar um belo chute no canto esquerdo de Danilo Fernandes.

O Corinthians empatou logo depois, aos 35, com Emerson. Ele bateu pênalti com precisão no canto direito do gol do Comercial. No lance que originou a cobrança, Fabão derrubou Elton na grande área. Na volta do intervalo o Corinthians não conseguiu ter o mesmo início de jogo que tivera no primeiro tempo. Apesar de maior posse de bola, a defesa formada pelos garotos, Gomes Antônio Carlos e Marquinhos não conseguiu parar a jogada área do Comercial. Aos quatro minutos o volante não conseguiu cortar cruzamento de escanteio e Fabão marcou o segundo do Comercial.

O time reserva do Corinthians, que havia vencido o São Caetano, perdido para o Santos e empatado contra o Guarani não se achou no segundo tempo. Desorganizado e com Douglas muito mal na criação de jogadas, o time só assistiu o Comercial que entrou em campo com o pior ataque do Paulistão. Em 13 rodadas, o time havia feito 10 gols. E o terceiro gol do time de Ribeirão Preto nasceu de nova lambança da defesa corintiana.

O Corinthians, que tinha sofrido apenas seis gols em 13 jogos, viu aos 31 minutos, após cruzamento da esquerda, o lateral direito Marcelo Ferreira entrar livre e chutar fraco. Marquinhos tentou afastar, mas a bola voltou para o lateral que só tocou para o gol vazio.

Quando o Comercial já comemorava a vitíoria, que seria a terceira do Paulistão, o Corinthians achou um gol com Gilsinho, aos 44. Ele que entrara no lugar de Ramírez cinco minutos antes, aproveitou escanteio de Vitor Junior e diminuiu. Já nos acréscimos, após outro cruzamento, o goleiro Alex falhou e deixou a bola para Ramon marcar.

FICHA TÉCNICA- COMERCIAL 3 x 3 CORINTHIANS
Local: Estádio Dr. Francisco de Palma Travassos, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 18 de março de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Alessandro Darcie
Assistentes: Caio Mesquita de Almeida e Humberto Lellis Talarico Leite
Adicionais: Philippe Lombard e Fabio de Jesus Volpato Mendes

Cartões Amarelos: Marcel, Fabão, Leandro, Ricardo Conceição (COM); Ramon (COR)

Gols: Elton, aos 29 e Emerson, de pênalti, aos 35 minutos do 1º tempo. Fabão, aos 4, Marcelo Ferreira, aos 31, Gilsinho aos 44 e Ramon, aos 47 minutos do 2º tempo

COMERCIAL: Alex; Rafael Tavares, Fabão e Marcel; Marcelo Ferreira, Ricardo Conceição, Élton, Marcelo Labarthe (Jordã) e Wellington; Leandro (Enílton) e Elionar Bombinha (Rodrigo Costa). Técnico: Geninho

CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Welder, Marquinhos, Antônio Carlos e Ramon; Gomes, Ramírez (Gilsinho) e Douglas; Emerson, Willian (Vitor Junior) e Elton (Bill). Técnico: Tite


Continue lendo...

veja também