MENU

Corneta pós-clássico motiva atletas do Inter para novo Gre-Nal

Corneta pós-clássico motiva atletas do Inter para novo Gre-Nal

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 10:20

Damião: piadinhas e tristeza de familiares (Foto: Edu Rickes/Globoesporte.com)

  Não estiveram dentro de campo todos os elementos reunidos pelos jogadores do Inter para formar o desejo de dar um troco no Grêmio depois da derrota de 3 a 2 no primeiro Gre-Nal da decisão do Campeonato Gaúcho. Parte da motivação dos atletas vermelhos sai das andanças pelas ruas de Porto Alegre, dos comentários ouvidos pelo resultado no clássico. Andrezinho e Leandro Damião, os dois jogadores que deram entrevistas no Beira-Rio nesta quarta-feira, disseram o mesmo: as piadas pós-clássico incomodam.

É que eles têm uma vida social fora do estádio. Frequentam lugares públicos. Se os torcedores precisam lidar com a tradicional corneta depois de um Gre-Nal, o mesmo acontece com eles.

- Isso mexe muito. As pessoas diretamente envolvidas, nossos familiares, sofrem muito. Você escuta piadinhas na rua, nossos familiares escutam, e isso machuca – disse Andrezinho.

Leandro Damião viveu situação parecida. Também teve que lidar com a corneta.

- Ninguém gosta de sair na rua e ver alguém zoando da tua cara. Você vai no cinema, vai nos restaurantes, escuta isso, e ninguém gosta – comentou o camisa 9.

O centroavante também citou a decepção que é chegar em casa e ver um familiar entristecido pela derrota. Aconteceu com ele, que esteve acompanhado pelo pai, Natalino, no Gre-Nal de domingo.

- Eu tenho amigos gremistas. Eles brincam. Mas não é para deixar a pessoa triste. São brincadeiras simples. Eu sempre busquei forças para brigar ali na frente. Essas coisas não vão atrapalhar. E também é ruim perder e a família estar aqui. Meu pai estava aqui. É ruim sair do Gre-Nal e ver a cara deles.

O novo clássico é domingo, às 16h, no Olímpico. O Inter precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão gaúcho.        

veja também