MENU

Costa Rica bate a Bolívia e vai pegar Argentina com vantagem do empate

Costa Rica bate a Bolívia e vai pegar Argentina com vantagem do empate

Atualizado: Sexta-feira, 8 Julho de 2011 as 8:05

                                    Zebra do Grupo A da Copa América, a Costa Rica venceu a Bolívia por 2 a 0 nesta quinta-feira, em Jujuy, e assumiu a segunda posição da chave, agora com três pontos. Na próxima segunda-feira, a seleção da Concacaf encara a anfitriã Argentina, que está em terceiro lugar, com dois. Um empate põe a Costa Rica na segunda fase (garantiria ao menos o segundo lugar no grupo).

Pelo regulamento da Conmebol, os dois primeiros colocados de cada grupo e os dois melhores terceiros avançam para as quartas de final. Se vencer o jogo, a Argentina assegura pelo menos a segunda posição e se classifica. No entanto, em caso de empate, os hermanos correm sério risco de não ficar nem sequer entre os dois melhores terceiros colocados (terão na melhor das hipóteses de secar rivais das outras duas chaves, confira a classificação completa). A Colômbia lidera o Grupo A com quatro pontos e encara a lanterna Bolívia (um) na última rodada (jogo é no domingo).

Os gols da Costa Rica, que disputa o torneio como convidada e tem uma seleção formada quase toda por atletas sub-23, foram de Martinez e Joe Campbell. A missão costarriquenha ficou mais fácil pelas expulsões de Rivero e Walter Flores no segundo tempo.  

                                     A rede só balançou em Jujuy na etapa final. Aos 14, Guevara driblou um rival na entrada da área e bateu bem, o goleiro Arias deu rebote e Martinez aproveitou: 1 a 0. Onze minutos depois, Mora chutou e Rivero usou o braço para evitar que a bola entrasse: pênalti e expulsão. Guevara cobrou mal, Arias defendeu, Guevara tentou de novo e o goleiro salvou a Bolívia mais uma vez.

A situação boliviana piorou aos 30, com nova expulsão, agora de Flores. Três minutos depois, o segundo gol: principal revelação costarriquenha, Joel Campbell, que já havia acertado a trave, recebeu pela esquerda da área e bateu cruzado, sem defesa para Arias.

Na comemoração dos gols, os costarriquenhos exibiram uma camisa 20 em homenagem ao zagueiro Dennis Marshall, que morreu pouco antes do início da Copa América em um acidente de carro em San José.     Joel Campbell corre para festejar o segundo gol da Costa Rica contra a Bolívia em Jujuy (Foto: AP)

veja também