MENU

Costa Rica quer vencer a Colômbia na estreia para 'calar os críticos'

Costa Rica quer vencer a Colômbia na estreia para 'calar os críticos'

Atualizado: Sábado, 2 Julho de 2011 as 9:56

A seleção da Costa Rica quer afastar de vez a desconfiança e mostrar que pode surpreender na Copa América. A luta dos comandados do argentino Ricardo La Volpe começa neste sábado, às 15h30m (de Brasília) contra a Colômbia, em Jujuy. Após o fracasso na Copa Ouro, quando os costarriquenhos foram eliminados nas quartas de final, o torneio realizado na Argentina pode servir de consolo.

Os ex-técnicos da seleção da Costa Rica, Rodrigo Kenton e Hernán Medford, acreditam que o grupo não terá chances. Por isso, um resultado positivo pode ser o cartão de visitas para que os jogadores mostrem seu valor.

A Costa Rica foi convidada para a competição, já que o Japão, que inicialmente jogaria a Copa América, desistiu da participação por conta do terremoto seguido de tsunami que abalou o país em março deste ano.

Ricardo La Volpe no treino da Costa Rica para a Copa América (Foto: EFE)

  O técnico La Volpe demonstrou a importância da vitória na estreia.

- Creio que a primeira partida é fundamental, a partir dela é que você poderá saber como manejar o time nas demais.

Já a Colômbia aposta no faro de gol do atacante Radamel Falcao García. O jogador foi um dos destaques na campanha multicampeã do Porto e é tido como um dos grandes atletas na posição que atuam no Velho Continente.

Falcao García no treino da Colômbia (Foto: Site oficial)

  A vitória no confronto deste sábado garante a liderança do grupo A, que ainda tem a anfitriã Argentina e a Bolívia. As duas seleções empataram em 1 a 1 nesta sexta-feira. O trio de arbitragem será liderado pelo juiz Roberto Silveira, do Uruguai.

Um minuto de silêncio por Dennis Marshall

O Comitê Organizador da Copa América vai fazer uma homenagem ao zagueiro costarriquenho, Dennis Marshall, que faleceu junto à esposa Meilyn Masis em um acidente de carro, em uma estrada próxima à cidade de San José, na semana passada.

Os jogadores de Colômbia e Costa Rica farão um minuto de silêncio em respeito a Marshall. O atleta tinha 25 anos e jogava no Aalborg BK, da Dinamarca. A seleção comandada por Ricardo La Volte pediu autorização para usar um laço preto no uniforme, mas a Conmebol e a AFA proibiram o gesto.              

veja também