MENU

Craque de 'decisão', Jucilei é o melhor na seleção da 22ª rodada

Craque de 'decisão', Jucilei é o melhor na seleção da 22ª rodada

Atualizado: Sexta-feira, 17 Setembro de 2010 as 8:14

No futebol moderno, cada vez mais se cobra dos volantes uma atuação efetiva no ataque. Ou seja, além das funções defensivas, esses jogadores precisam se preocupar em avançar, ajudar os meias e atacantes e funcionar como elemento surpresa na área adversária. A tarefa parece praticamente impossível? Não para nomes como Jucilei. Na 22ª rodada do Troféu Armando Nogueira, foi ele quem obteve a maior nota do meio de semana.

O volante do Timão - e da Seleção Brasileira - recebeu 8,5 naquele que era considerado o jogo mais importante da rodada. O duelo entre Fluminense e Corinthians, no Engenhão, vencido por 2 a 1 pelos paulistas, teve no camisa 8 corintiano seu principal destaque. Com um belo gol e mostrando disposição em todos os setores do campo, ele foi o melhor avaliado pelos especialistas do SporTV e do GLOBOESPORTE.COM.

Humilde, ele minimiza sua atuação de gala e prefere pensar no campeonato. Com a vitória, o Timão empatou com o Flu na ponta da tabela: 41 pontos. Ainda com um jogo a menos no Brasileirão, Jucilei pensa em manter o bom ritmo.

- Temos que pensar em manter a tranquilidade, a vontade e a seriedade. Temos dois jogos importantes pela frente. Precisamos continuar somando pontos - afirmou o craque da 22ª rodada.

Seleção da 22ª rodada tem o corintiano Jucilei com a maior nota (Foto: Globoesporte.com)   Além de Jucilei, outros dois corintianos estão no time. O atacante Jorge Henrique, sempre voluntarioso, ajudou a segurar a forte jogada do Fluminense pelo lado direito e ainda levou perigo no ataque. Nota 7. Já o técnico Adilson Batista teve méritos em desenhar uma postura tática perfeita para o Timão fora de casa - onde a equipe venceu apenas pela segunda vez no Nacional. O bom desempenho lhe rendeu um 8.

Raposa e Colorado chegando...

O líder do Cruzeiro no Troféu Armando Nogueira é o goleiro Fábio, com média 6,65 em 20 jogos disputados. Nesta rodada ele não atuou, recuperando-se de uma lesão na mão esquerda, mas viu outros companheiros de equipe se destacarem - como vem sendo costume no Troféu Armando Nogueira.

Nesta parcial, quem se deu bem foi o lateral-direito Rômulo. Autor do gol que abriu o placar contra o Guarani e participante das principais jogadas da equipe, ele carimbou sua vaga com um excelente 7,5. Desta vez, o time celeste, terceiro colocado no Nacional com 40 pontos, só tem o lateral de 23 anos entre os melhores.

Outro que mostra estar ligado na briga pelo título é o Internacional. Mesmo com o Mundial a ser disputado nos Emirados Árabes, os comandados de Celso Roth estão prestes a alcançar o G-4. Nesta rodada, a equipe fez bela exibição contra o São Paulo, dentro do Morumbi, e fez 3 a 1 sem grandes dificuldades.

Os dois colorados entre o 11 ideal estão também na seleção do campeonato. D'Alessandro retomou sua posição de líder na corrida pelo Troféu ao receber um 7, que lhe deixa com média 6,66 - um centésimo acima de Fábio. Já o volante Tinga, melhor em campo contra o Tricolor, ficou com 7,5 e média 6,25 - maior na sua posição.

Goleiro garante pontinho fora de casa

O goleiro dessa rodada no Troféu Armando Nogueira é Renan, do Avaí. O garoto, que foi lembrado até por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, justificou um pouco dessa lembrança no jogo contra o Vasco. Em São Januário, ele pegou um pênalti de Rafael Coelho e realizou outras boas defesas que garantiram o empate por 1 a 1 fora de casa. O camisa 1 ficou com nota 7.

O Goiás deixou a última colocação do Brasileirão em grande estilo. Bateu o Botafogo por 4 a 1 no Serra Dourada e deu tranquilidade ao técnico Jorginho para tentar tirar o time da zona de rebaixamento. O zagueiro Rafael Tolói e o lateral-esquerdo Júnior foram fundamentais no jogo do Serra Dourada. O primeiro anulou o ataque botafoguense - leia-se Loco Abreu - e ficou com nota 7, melhor entre os defensores. Já o experiente Júnior, deslocado para a meia, armou as principais jogadas e teve a mesma avaliação.

O Santos também tem dois nomes no Troféu, após a virada por 4 a 2 diante do Atlético-GO. O zagueiro Edu Dracena ficou com 6,5, segurando a onda da defesa mesmo quando tinha dois gols de desvantagem. O meia Madson entrou no segundo tempo e mudou o jogo, fazendo um gol e dando passe para outro. Nota 7 para o baixinho, que andava esquecido e sequer comemorou o belo tento marcado.

O Flamengo tem Diego Maurício, revelação e um dos herois da virada sobre o Grêmio Prudente, que livrou o Rubro-negro da zona de rebaixamento - pelo menos pela próxima rodada. Seu gol foi o de empate - o Fla venceu por 2 a 1 no final.     Por GLOBOESPORTE.COM São Paulo

veja também