MENU

Criciúma, em vantagem, decide o título contra o Chapecoense

Criciúma, em vantagem, decide o título contra o Chapecoense

Atualizado: Domingo, 15 Maio de 2011 as 9:15

O Campeonato Catarinense, um dos mais democráticos do país - com 23 campeões diferentes -, chega ao fim da edição de 2011 neste domingo. Chapecoense e Criciúma se enfrentam às 16h, no Índio Condá, e o Tigre tem a vantagem do empate depois de ter vencido em casa por 1 a 0. Para a equipe de Chapecó, basta um triunfo simples para garantir o título. A arbitragem será de Paulo Henrique Bezerra, que será auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Marco Antonio Martins. A TV Globo exibe a partida para todo o estado de Santa Catarina, e o canal Premiere 2 transmite pata o Brasil.

Se não terá um vencedor diferente desta vez, pelo menos os finalistas não estão entre os três que mais levantaram troféu. Avaí (15 títulos), Figueirense (15) e Joinville (12) não conseguiram chegar à decisão e agora vão ver algum de seus rivais encostar. O Criciúma venceu nove títulos e é o quarto maior vencedor. O Chapecoense, com três conquistas, é apenas o sétimo.

Mas três jogadores da equipe de Chapecó podem sentir o gostinho de ser campeão estadual pelo clube pela segunda vez, mas só um deve estar em campo. Em 2007, Nivaldo era o goleiro titular. Juliano, o reserva. E Jean Carlos, o atacante que atuou na final contra o Criciúma, no Heriberto Hülse. Nivaldo está lesionado, e Juliano também dificilmente entrará no jogo deste domingo. Mas Jean Carlos tem grandes chances de jogar novamente, pois vem entrando no segundo tempo das partidas.

O atacante chegou durante o campeonato e precisou de um trabalho diferenciado para atingir o mesmo nível físico dos demais. Jean Carlos foi autor de um dos gols no empate por 2 a 2 na final de 2007, que deu o tricampeonato para a Chapecoense.

O atacante da Chapecoense quer repetir a conquista.

- Meu pensamento é entrar durante a partida e marcar um gol - disse.

Tigre muda a programação de viagem

Pelo lado do Criciúma, no lugar da viagem a Chapecó, de ônibus, como estava programado, a diretoria optou ir para o Oeste de avião no dia do jogo.

Para o volante Carlinhos Santos, essa foi uma decisão de "time grande" e acertada da direção do clube. A atitude possibilita mais descanso e foco, sem preocupações com a torcida adversária.

- Vamos enfrentar estádio cheio, torcida contra, campo ruim. Como esta semana o clube fez 64 anos e domingo o Seu Antenor Angeloni estará de aniversário, precisamos estar 100% bem para dar esse presente (à torcida) - lembrou o atleta.

Com a mudança de planos, o técnico Edson Gaúcho promoveu os últimos treinos que definem a formação. Nos trabalhos da semana, os volantes Pirão e Mika, o lateral-esquerdo Fabiano e o zagueiro Toninho fizeram treinos menos puxados. Por precaução, foram poupados em determinadas atividades para que não corressem risco de agravar o cansaço físico e dores musculares dos jogadores.

Na tarde de sexta-feira, Fabiano não treinou. Ele é o atleta que mais preocupa. De acordo com o médico do clube, Manoel Monteiro, o lateral-esquerdo sente dores no músculo posterior da coxa esquerda.        

veja também