MENU

Cristiano faz três, Kaká volta a marcar, e Real vence de virada no Bernabéu

Cristiano faz três, Kaká volta a marcar, e Real vence de virada no Bernabéu

Atualizado: Segunda-feira, 10 Janeiro de 2011 as 10:33

Com uma atuação soberba de Cristiano Ronaldo e um gol de Kaká, o Real Madrid derrotou o Villarreal por 4 a 2, de virada, neste domingo, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Espanhol. O craque português balançou as redes três vezes e ainda deu o passe para o brasileiro fazer seu primeiro gol após mais de sete meses sem marcar.

O resultado manteve o time merengue na segunda colocação, agora com 47 pontos, dois a menos que o líder e arquirrival Barcelona. Já o Villarreal segue em terceiro, com 36.

Homenagem a Higuaín

Ambas equipes entraram em campo com homenagens. Pelo lado do Real Madrid, todos usavam uma camisa com mensagem de apoio ao argentino Higuaín que será submetido a uma cirurgia de hérnia nos EUA. Já pelo lado do Villarreal, braçadeiras negras como sinal de luto pela morte de Ángel Pedraza, ex-jogador do clube na década de 80 que faleceu neste domingo vítima de câncer.

Com a bola rolando, os visitantes mostraram que os três desfalques da equipe (Nilmar, Marcos Senna e Marchena) não fariam falta. Aos 26 segundos, Cazorla chutou forte e a bola desviou em Sergio Ramos tirando tinta da trave.

Aos seis, não teve jeito. Cani recebeu na entrada da área e, na saída de Casillas, tocou com estilo para fazer Villarreal 1 x 0 Real Madrid.

Mas a festa do Submarino Amarelo durou pouco. Aos nove, Özil cruzou rasteiro para Cristiano Ronaldo igualar o placar. Na sequência, o português fez boa jogada pela esquerda e rolou para Lass Diarra soltar uma bomba rente à trave de Diego López.

Golaço de cobertura

O jogo aberto, entretanto, acabou sendo prejudicial para os merengues. Aos 17, Marco Rubén ganhou um passe açucarado de Bruno e tocou por cobertura fazendo um lindo gol e calando o Santiago Bernabéu.

Em vantagem, o Villarreal buscava os contra-golpes, especialmente pelo lado esquerdo aproveitando as subidas ao ataque do brasileiro Marcelo. Embora estivesse melhor na partida, os visitantes acabaram cochilando na defesa e permitiram o gol de empate do Real Madrid nos acréscimos do primeiro tempo. Após cruzamento de Xabi Alonso, Cristiano Ronaldo subiu sozinho e, de cabeça, fez 2 a 2.

Real pressiona

No segundo tempo, José Mourinho, que tinha Kaká como opção no banco de reservas, preferiu colocar o alemão Khedira em campo na vaga de Lass Diarra. A entrada deu mais força ofensiva ao time merengue que passou a controlar o duelo e teve chances de conseguir a virada antes dos 15 minutos com boas chances criadas por Özil, Benzema e Marcelo.

Aos 19, foi a vez de Cristiano Ronaldo. O camisa 7 recebeu sozinho mas, mostrando muito preciosismo ao tentar driblar o goleiro rival, se enrolou com a bola e desperdiçou a oportunidade. Quatro minutos depois, Benzema, na pequena área, chutou em cima do goleiro Diego López.

Kaká entra e marca

Querendo ainda mais aumentar a pressão sobre o adversário, José Mourinho sacou o zagueiro Albiól e colocou o brasileiro Kaká que, 246 dias depois, voltou ao Santiago Bernabéu - os dois últimos jogos que participou após se recuperar de uma cirurgia no joelho esquerdo que o tirou dos gramados por mais de seis meses foram longe de casa.

Com a entrada do camisa 8, o Real encurralou o Villarreal e, aos 34, chegou a virada em uma jogada de raça de Cristiano Ronaldo. Após bate rebate na área, o português insistiu, girou sobre um zagueiro e chutou no canto. 22º gol do atacante no Campeonato Português, artilheiro isolado do Campeonato Espanhol.

Instantes depois, aos 37, Kaká iniciou jogada pela esquerda e tocou para Cristiano Ronaldo que devolveu na medida para o brasileiro fazer o quarto gol. Primeiro tento do ex-são-paulino desde 7 de junho de 2010 quando anotou um na vitória de 5 a 1 da Seleção Brasileira sobre a Tanzânia em amistoso pré-Copa.

Na comemoração, José Mourinho provocou o banco de reservas adversário e, por pouco, não iniciou uma briga generalizada. Revoltado, Cani atirou uma garrafa de água no técnico português e foi expulso, assim como o técnico do Villarreal, Juan Carlos Garrido.

Após a partida, Mourinho jurou que sua intenção não era tirar sarro.

- Estava apenas querendo celebrar com meu filho que estava atrás no banco de reservas (nas arquibancadas).

Camisa 8 comemora

Pelo Twitter, Kaká comemorou o triunfo e o tento marcado diante do Submarino Amarelo.

- Que alegria. Comemorando a vitória e o gol com a família e alguns amigos. Estou muito feliz. Bom demais. Que emoção - escreveu o camisa 8, cujo último gol pelo Real Madrid aconteceu no dia 24 de abril de 2010 na vitória de 2 a 1 sobre o Zaragoza pelo Campeonato Espanhol.

Confira os resultados da 18ª rodada do Campeonato Espanhol

Sábado

Málaga 1 x 1 Athletic de Bilbao

Real Sociedad 2 x 3 Sevilla

La Coruña 0 x 4 Barcelona

Domingo

Espanyol 4 x 0 Zaragoza

Mallorca 4 x 1 Almeria

Osasuna 0 x 0 Getafe

Racing Santander 1 x 1 Sporting Gijón

Real Madrid 4 x 2 Villarreal

Levante 0 x 1 Valencia

Segunda-feira

Hercules x Atlético de Madri

veja também