MENU

Criticado, ataque holandês tem confiança de técnico e capitão

Criticado, ataque holandês tem confiança de técnico e capitão

Atualizado: Terça-feira, 6 Julho de 2010 as 9:52

Um meia fez quase metade dos gols da Holanda na África do Sul e foi decisivo contra o Brasil nas quartas de final. Enquanto Sneijder brilha e entra na lista de candidatos ao título de melhor jogador da Copa do Mundo, o ataque da Laranja sofre críticas: a imprensa holandesa reclama que Van Persie e Kuyt não estão jogando bem e que Robben tem se jogado demais para cavar faltas. Críticas que não abalam a confiança do técnico Bert van Marwijk e do capitão Giovanni van Bronckhorst no trio.

Camisa 10 e armador da equipe, Sneijder balançou a rede quatro vezes até agora (duas na virada sobre o Brasil) e é um dos vice-artilheiros do Mundial (um a menos que o espanhol David Villa). Kuyt, Robben, Van Persie e o reserva Huntelaar marcaram um cada, completando os nove gols da Laranja no torneio.

Van Persie ficou sem jogar durante cinco meses por causa de uma lesão nos ligamentos do tornozelo direito sofrida em um amistoso da Holanda em novembro. Recuperado, o atleta do Arsenal voltou à seleção e garantiu um lugar no time titular na África do Sul, mas ainda não brilhou.

- Ele tem um talento tremendo é um dos melhores jogadores do mundo. Van Persie ficou lesionado por muito tempo e estou contente que recuperou a forma no momento certo. Ainda falta certo ritmo, o que se recupera em seguida. No último jogo ele foi bem melhor do que antes. Ele pode ser decisivo em jogos e sempre tive fé nele atá quando não ia bem. Continuou com fé – disse o treinador.

Seu companheiro na frente, Kuyt também não convenceu até agora na Copa. Mas o capitão Van Bronckhorst elogiou a disposição do jogador do Liverpool para ajudar os companheiros e sua facilidade para adaptar-se a várias posições no ataque.

- Kuyt é um jogador importante e pode atuar em todas as posições na frente. A forma que luta no time, a sua presença e a sua dedicação são coisas que contagiam os demais. Ter ele aqui é fantástico, ficamos encantados por jogar com ele – afirmou o lateral.

Considerado o craque do time, Robben sofreu com lesão no início do Mundial e voltou aos poucos à Laranja. Mas a crítica sobre ele não é pelo futebol apresentado. Jornalistas europeus reclamam que o camisa 11 cava muitas faltas, o que prejudicaria o time.

- Não acredito que ele caia de propósito. É um jogador incrivelmente rápido e criativo. Enfrentamos um rival e podem haver quedas, podem empurrá-lo. Podem dizer que ele se jogava antes, mas acho que aprendeu e não deve levar a culpa agora – concluiu Van Marwijk.

veja também