MENU

Críticas não abalam Juan: Quando fizer um gol, tudo voltará ao normal

Críticas não abalam Juan: Quando fizer um gol, tudo voltará ao normal

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2011 as 2:51

Crucificado pela torcida após o empate por 2 a 2 com o Atlético-GO, o lateral-esquerdo Juan não se abate. Para ele, todas as críticas recebidas foram fruto da frustração provocada pelo inesperado resultado no estádio do Morumbi no último sábado.

Juan se diz satisfeito com o seu desempenho no São Paulo (Foto: Luiz Pires / VIPCOMM)

  - É preciso entender que o torcedor é passional. As críticas foram por causa do resultado. Se tivéssemos jogado mal e vencido a partida, nada teria acontecido. Mas jogamos bem e infelizmente a vitória não veio. Isso é do torcedor brasileiro, que sempre precisa culpar alguém quando as coisas não dão certo - disse Juan

- E vale lembrar também que das 23 mil pessoas no estádio, apenas uma pequena parcela me vaiou. Quando eu fizer um gol ou uma jogada de gol, tudo voltará ao normal – emendou.

Juan mostra maturidade. Assimila as críticas e diz que isso ajuda a não sobrecarregar os atletas mais novos.

- É complicado, mas não tem problema. Prefiro que caia em cima de mim do que em pessoas que não têm culpa e não estão acostumados. Eu tenho certeza de que a culpa não foi minha. Mas se querem me culpar, beleza, não tem problema, sou experiente e sei lidar com isso. Não vai me abater, só vai me dar mais força para trabalhar – ressaltou.

O camisa 6 gostou de sua atuação contra o Atlético-GO. E, em sua defesa, fez questão de lembrar que exerce uma função diferente da que fazia no Flamengo, quando tinha liberdade total para atacar. No time carioca, o esquema usado era o 3-5-2, o que significa que sempre havia cobertura nas suas costas.

- Acho que fiz uma das minhas melhores partidas no ano. E quem reclama, não sabe que aqui faço uma função completamente diferente do que no Flamengo. Mas volto a dizer, estou me sentindo 100% e com confiança para fazer uma boa partida em Curitiba – concluiu.          

veja também