MENU

Cruzeiro derrota Vasco e continua, firme, na briga pelo título

Cruzeiro derrota Vasco e continua, firme, na briga pelo título

Atualizado: Segunda-feira, 22 Novembro de 2010 as 8:51

O Cruzeiro conseguiu seu objetivo. Venceu o Vasco por 3 a 1, na Arena do Jacaré, e continua firme na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Se não subiu de posição na tabela de classificação, a Raposa, pelo menos, diminuiu para dois pontos a distância do líder, agora o Fluminense, com 65 pontos. Com o resultado, o time está garantido na Libertadores do ano que vem.

A Raposa utilizou de uma arma mortal: as cobranças de escanteio. Tanto que todos os gols celestes saíram da jogada de bola parada. Roger, Henrique e Edcarlos marcaram para os donos da casa. Renato Augusto descontou para o Vasco.

Na próxima rodada, a Raposa vai ao Rio de Janeiro encarar o Flamengo, no domingo, às 17h (de Brasília). Já o Vasco vai ao Pacaembu, para o duelo contra o Corinthians, no mesmo horário.

Gols e vaias

A torcida do Cruzeiro não poupou o árbitro Leandro Pedro Vuaden, quando o trio de arbitragem entrou no gramado. Aos gritos de ‘ladrão, ladrão’ e com faixas de protestos contra a CBF, os cruzeirenses fizeram da Arena do Jacaré uma verdadeira panela de pressão para os homens de preto.

Sabendo dos resultados de Corinthians e Fluminense, os jogadores celestes partiram com tudo para cima dos vascaínos. Assim como aconteceu contra o Timão, no Pacaembu, Wellington Paulista perdeu duas chances incríveis.

Aos cinco minutos, Thiago Ribeiro fez um carnaval pela direita e cruzou para o atacante cabecear para fora. Três minutos depois, Diego Renan chutou de fora da área, Fernando Prass deu rebote e Wellington mandou por cima.

Mas foi a novidade da equipe que soltou o grito da garganta do torcedor. Aos 13 minutos, Roger pegou de primeira o escanteio cobrado por Montillo e estufou as redes, mostrando que o técnico Cuca mexeu certo ao colocar o meia na vaga de Fabrício, vetado por dores no abdômen. A outra opção seria o volante Everton.

E a vitória foi se desenhando com o Vasco agredindo pouco e o Cruzeiro não diminuindo o ritmo. O segundo gol veio após nova cobrança de escanteio, que Henrique aproveitou para cabecear para as redes, aos 19 minutos.

Aos 32 minutos veio a goleada. Edcarlos aproveitou outro escanteio e chutou duas vezes para marcar o terceiro. Festa azul em Sete Lagoas.

O Vasco acordou depois do placar adverso e, pela primeira vez, levou perigo ao gol celeste. Aos 34, Jonathan recebeu na área e chutou no ângulo, mas Fábio fez brilhante defesa e mandou para escanteio. E o time carioca conseguiu diminuir no último minuto com Renato Augusto. O volante acertou uma bomba no ângulo do goleiro Fábio e o árbitro encerrou a primeira etapa logo após a saída de bola.

Confirmando a vitória

Assim como terminou o primeiro tempo, a etapa complementar começou com os vascaínos buscando o ataque. Em um lance de perigo logo no primeiro minuto, Zé Roberto errou o toque de letra na pequena área e perdeu boa chance.

O futebol caiu consideravelmente no segundo tempo. Mesmo assim o Cruzeiro seguiu perdendo boas chances para ampliar o placar. Roger, mesmo sentindo o cansaço, continuava fazendo uma boa partida e sendo o maestro da equipe, já que Montillo era bem marcado.

Por: Fernando Martins Y Miguel

veja também