MENU

Cruzeiro goleia Uberaba e chega à liderança do Mineiro

Cruzeiro goleia Uberaba e chega à liderança do Mineiro

Atualizado: Quinta-feira, 4 Março de 2010 as 12

Com um gol no primeiro tempo e mais quatro na etapa final, o Cruzeiro goleou o Uberaba por 5 a 0, nesta quarta-feira, dia 3, no Mineirão, e atingiu seu objetivo: assumir a liderança do Campeonato Mineiro, com 18 pontos, dois a mais que Ipatinga e Democrata-GV. Com a goleada em jogo adiado da quinta rodada do Estadual, a Raposa atingiu a marca de 29 tentos em sete partidas no Mineirão este ano. Média superior a quatro gols por jogo no estádio.

O time celeste volta a campo no domingo, quando enfrenta o Tupi, às 16h (de Brasília), em Juiz de Fora, pela oitava rodada. No sábado, o Uberaba encara, em casa, o Ipatinga, às 18h30m.

Um gol e um pênalti perdido no primeiro tempo

Sem Kléber (machucado), Gilberto (convocado para a seleção) e Wellington Paulista (suspenso), o Cruzeiro armou uma grande blitz para cima do Uberaba no início do jogo, confirmando um roteiro já esperado. Com um repertório variado de jogadas, sempre com Roger na coordenação, o time celeste oferecia perigo, principalmente, com as passagens de Jonathan e Pedro Ken pela direita.

O Uberaba, porém, sobreviveu à pressão inicial do adversário. Faltou ao time celeste uma chance mais clara de gol. A oportunidade mais relevante foi aos 15 minutos, quanto Thiago Ribeiro, livre de marcação, recebeu cruzamento de Jonathan e cabeceou para fora.

Passada a blitz cruzeirense, o Uberaba se animou e foi ao ataque, com boas jogadas de Rafael Ipuã e Douglas. A zaga da Raposa e o goleiro Fábio chegaram a ter um certo trabalho. No lance mais perigoso, aos 18, o arqueiro defendeu chute de Douglas.

Em sua segunda onda de ataques, o atual bicampeão mineiro não vacilou. Aos 23, após cruzamento de Roger da esquerda, Eliandro, completamente à vontade no segundo poste, testou para mexer no placar e fazer 1 a 0, para a alegria dos pouco mais de dois mil torcedores presentes ao Mineirão.

Assista aos gols da partida:

Não demorou muito tempo para o Cruzeiro ter outra grande oportunidade. Aos 29, Pedro Ken recebeu passe de Thiago Ribeiro e foi empurrado na área por Valtinho. Pênalti. Na cobrança, Roger buscou o lado direito pelo alto, mas mandou a bola para fora.

- Treino bastante cobrança daquele jeito, mas deitei um pouquinho o corpo - disse Roger ao sair para o intervalo, tentando justificar o erro.

Expulsão abre caminho para goleada

A exemplo do que aconteceu no início do primeiro tempo, o Cruzeiro começou a etapa final imprimindo um volume de jogo consistente no ataque, mas não conseguindo chegar a concluir. As finalizações eram sempre travadas pela defesa do Uberaba.

Aos 13 minutos, o atacante Dinei cometeu falta dura em Pedro Ken, entrando de carrinho na jogada. O árbitro Cleisson Veloso Pereira não hesitou, aplicando diretamente o cartão vermelho e deixando o time interiorano com um a menos em campo.

O Cruzeiro demorou nove minutos para capitalizar a expulsão. Aos 22, o meia Bernardo, que entrara na vaga de Roger, aproveitou uma sobra de bola na área, driblou o goleiro Fernando e ampliou: 2 a 0.

O Uberaba se desestruturou e levou o terceiro aos 24: Thiago Ribeiro cobrou falta com categoria, no canto esquerdo. E Thiago estava impossível. Aos 31, ele soltou um balaço da ponta direita, acertando o ângulo oposto. Golaço! Foi o sexto gol do atacante na temporada, igualando-se a Kléber como principal goleador celeste no ano.

Entregue em campo, o Uberaba sofreu o quinto gol aos 33. O goleiro Fernando não se entendeu com o zagueiro Rodrigão, e a bola sobrou para Anderson Lessa empurrar para o fundo da rede e marcar seu primeiro tento pelo clube.

veja também