MENU

Cruzeiro inicia na altitude da Bolívia sua caminhada pelo tri da Taça Libertadores

Cruzeiro inicia na altitude da Bolívia sua caminhada pelo tri da Taça Libertadores

Atualizado: Quarta-feira, 27 Janeiro de 2010 as 12

Campeão da Taça Libertadores em 1976 e 1997, o Cruzeiro inicia a busca pelo tri nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), contra o Real Potosí, da Bolívia, em jogo de ida da fase prévia da competição. A partida será no estádio Victor Ugarte, em Potosí, cidade a quase 4.100 metros acima do nível do mar - A Rede Globo transmite ao vivo para Minas Gerais, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real a partir das 21h30m.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, 3 de fevereiro, no Mineirão, em Belo Horizonte. A equipe que se classificar entra no Grupo 7, que já tem Vélez Sarsfield (Argentina), Colo-Colo (Chile) e Deportivo Itália (Venezuela).

O terceiro título da Raposa no principal torneio sul-americano bateu na trave em 2009, quando a equipe perdeu a decisão para o Estudiantes. Disposto a repetir este ano o feito de chegar novamente à final, o time celeste caprichou na preparação para superar o Real Potosí e os efeitos da altitude, realizando cinco dias de treinamentos em Sucre para se aclimatar às condições na Bolívia.

- Agora, só depende da gente. Temos de fazer o que treinamos e o que o Adilson (Batista, técnico) nos pediu, para que possamos buscar um bom resultado - disse o volante Marquinhos Paraná.

Para driblar as dificuldades impostas pela altitude, os cruzeirenses têm um discurso na ponta da língua.

- Temos de jogar compactados, próximos um do outros, tocando a bola e com todos se ajudando. Sabemos que na altitude às vezes falta ar quando tentamos respirar - disse o atacante Thiago Ribeiro.

Os jogadores assistiram a dois vídeos de jogos do Real Potosí e estão cientes de como o adversário joga.

- Estamos preparados. O Cruzeiro tem qualidade e joga junto há dois anos. Temos condições de voltar (para Belo Horizonte) com um bom resultado - afirmou Thiago Ribeiro.

É o terceiro ano seguido que o Cruzeiro tem a oportunidade de disputar a Libertadores. Comandante do time nas campanhas de 2008 e 2009, o técnico Adilson Batista vai completar 25 jogos pela equipe na competição. Ele já é o comandante recordista na história do clube nesse quesito. Já o goleiro Fábio vai completar 307 jogos e se tornar o terceiro na lista de arqueiros com mais partidas pela Raposa, atrás apenas de Geraldo II (368) e Raul Plassman (557).

Adilson Batista não poderá contar com o lateral-esquerdo Fernandinho, que sente dores no joelho esquerdo. Já o lateral-direito Jonathan participou dos treinos de segunda e terça-feira, mostrou estar livre das dores no tornozelo esquerdo, mas ainda é dúvida. O volante Elicarlos é a primeira opção.

- Estou tranquilo e vou procurar fazer o melhor se for escalado - disse Elicarlos, que atuou como lateral em algumas ocasiões na temporada passada.

Por: Marcelo Machado

veja também