MENU

Cruzeiro oficializa negociação de Jonathan por R$ 4,4 milhões

Cruzeiro oficializa negociação de Jonathan por R$ 4,4 milhões

Atualizado: Segunda-feira, 27 Dezembro de 2010 as 12:15

O Cruzeiro oficializou, na manhã desta segunda-feira, a venda de 50% dos direitos econômicos do lateral-direito Jonathan ao Santos por dois milhões de euros (R$ 4,4 milhões). Segundo o diretor de futebol do clube mineiro, Dimas Fonseca, o atleta chegou a acordo salarial com dirigentes santistas e depende agora somente dos exames médicos para assinar contrato.

“O Santos acertou os valores salariais com o Jonathan e agora nós esperamos os exames médicos, que são o procedimento normal”, afirmou Dimas Fonseca ao UOL Esporte. O dirigente preferiu não revelar qual diretor santista o informou sobre o acordo salarial com o lateral-direito.

Dimas Fonseca ressaltou que as diretorias de Cruzeiro e Santos já haviam acertado a venda de 50% dos direitos econômicos de Jonathan. “Os acordos financeiros entre os dois clubes já haviam sendo feitos, e agora também com o jogador”, disse.

Jonathan chega ao Santos indicado por Adilson Batista, que trabalhou com o lateral durante o tempo em que esteve à frente do Cruzeiro. O treinador comandou o time mineiro por dois anos e meio, de 2008 até meados de 2010.

O lateral chegou ao Cruzeiro em 1999. A primeira oportunidade no profissional ocorreu no final de 2004. Bastante criticado no início de carreira, o lateral tornou-se titular da lateral direita celeste e conquistou a confiança da torcida.

Seu melhor momento no clube mineiro foi na temporada 2009, quando ganhou o Prêmio Craque do Brasileirão, iniciativa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), como melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Embora tenha disputado novamente o Prêmio Craque do Brasileirão, Jonathan não se saiu bem nesta temporada. O lateral enfrentou contusões durante o ano e não repetiu as boas atuações de 2009.

Jonathan fez 239 partidas pelo time profissional e marcou 12 gols. Na temporada 2010 disputou 52 jogos e foi o quarto atleta que mais entrou em campo pela equipe estrelada, ficando atrás apenas do goleiro Fábio (61), o atacante Thiago Ribeiro (59) e o volante Henrique (57).

Por Gustavo Andrade

veja também