MENU

Cruzeiro perde pênalti e Santos vence com gol de Borges

Cruzeiro perde pênalti e Santos vence com gol de Borges

Atualizado: Domingo, 11 Setembro de 2011 as 10:09

Mesmo sem poder contar com jogadores como Ganso e Elano, o Santos conseguiu derrotar o Cruzeiro neste sábado, por 1 a 0, na Vila Belmiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira ainda desperdiçou um pênalti no primeiro tempo com o argentino Montillo.

Veja como foi o jogo Leia as últimas do Santos Confira mais sobre o Campeonato Brasileiro Borges fez o único gol da partida, aos 12min da primeira etapa. O atacante foi às redes pela 16ª vez neste Nacional. É o artilheiro isolado. Depois do intervalo, deixou o gramado após sentir uma contusão.

Zanone Fraissat/Folhapress O atacante Neymar disputa bola contra dois adversários do Cruzeiro, na Vila Belmiro Além de Ganso e Elano, o Santos não contou com Pará, Arouca, Ibson, Danilo e Adriano. Com este resultado, a equipe alvinegra chega aos 29 pontos e ocupa, pelo menos até o fim da rodada, a 12ª colocação --mas ainda com dois jogos para recuperar.

Já o Cruzeiro, que viu Léo e Fabrício serem expulsos após faltas em Neymar, é o 13º, com 28 pontos. Na próxima rodada, o Santos tem o clássico contra o Corinthians, no Pacaembu, enquanto a equipe mineira recebe o América-MG.

O JOGO

Muricy Ramalho confirmou o ataque com Borges, Neymar e Alan Kardec. Do outro lado, a esperança estava no meio de campo, com Montillo e Roger. O primeiro tempo foi melhor para o setor ofensivo do time da casa. O Santos tomou a iniciativa, pressionou logo no começo e achou o gol com seu artilheiro, Borges.

Aos 12min, o atacante recebeu passe na área e, sem goleiro, completou para as redes. O jogador ainda marcou outro, desta vez de cabeça, mas o árbitro assinalou um impedimento duvidoso. O Cruzeiro chegou pouco ao ataque. Mesmo assim, conseguiu um pênalti aos 31min.

Zanone Fraissat/Folhapress O atacante Borges comemora gol que deu a vitória para o Santos, na Vila Montillo foi derrubado por Anderson Carvalho na área. O próprio argentino cobrou, mas mandou para fora. Com a baixa produtividade do Cruzeiro no primeira tempo, o Santos não sentiu as ausências de seus jogadores mais importantes, como Ganso e Elano.

O time visitante só foi criar outras chances para marcar depois do intervalo. Isso porque a dupla de meio-campo formada por Roger e Montillo participou mais do jogo. De todo modo, a reação mineira não foi tão intensa. Tudo ficou mais difícil quando Léo fez falta em Neymar após o atacante fazer uma bela jogada e recebeu o segundo cartão amarelo.

Com um a menos em campo, o Cruzeiro não teve forças para buscar o empate. Vitória importante para o Santos que, além de não contar com jogadores importantes para a partida, ainda perdeu Alison, Borges e Anderson Carvalho todos por contusão durante o jogo.   Fonte - Folha

veja também