MENU

Cruzeiro vai até Campinas, tropeça e perde a vice-liderança na Superliga

Cruzeiro vai até Campinas, tropeça e perde a vice-liderança na Superliga

Atualizado: Segunda-feira, 31 Janeiro de 2011 as 8:57

Jogar contra o décimo colocado da Superliga masculina não parecia uma missão tão árdua para o vice-líder Cruzeiro. Ainda mais depois de vencer o primeiro set. Depois disso, a história foi outra. Diante de sua torcida no ginásio Taquaral, no interior de São Paulo, o Campinas virou a partida para cima dos mineiros e arrancou uma vitória importante por 3 sets a 1, com parciais de 18/25, 25/21, 25/17 e 25/21. O resultado derruba os cruzeirenses para a terceira posição da Superliga, com 14 vitórias e três derrotas. O vice-líder passa a ser o Florianópolis, com dois tropeços, e o primeiro colocado é o Sesi, que só perdeu uma vez.

O maior pontuador da partida deste domingo, válida pela terceira rodada do returno, foi o oposto Franco, do time da casa. Ele teve 17 acertos e foi eleito o melhor em quadra. O próximo compromisso do Campinas é em Blumenau, na quinta-feira. O Cruzeiro disputa um confronto aguardado com o Sesi, na sexta, em Itabira (MG).

Quem não deu chance à zebra neste domingo foi o Montes Claros. No Paraná, o time mineiro atropelou o Londrina por 3 sets a 0 (parciais de 25/21, 25/18 e 25/13) em apenas 1h21m. Foi a 12ª vitória do Montes Claros, quarto colocado da competição. O Londrina está em oitavo, com nove triunfos e sete derrotas. O melhor do jogo foi o levantador Rodriguinho, e o maior pontuador foi o ponteiro Bruno Zanuto, com 13.

Na terceira partida de domingo, o Minas ignorou os 2.400 torcedores no ginásio Plácido Rocha e passou por cima do Vôlei Futuro. A vitória por 3 sets a 0 (25/17, 25/21 e 25/18) na casa do rival foi construída em apenas 1h22m. Com isso, os mineiros assumem a sexta colocação, logo à frente do Vôlei Futuro. Campeão mundial em 2002, o central Henrique foi o maior pontuador, com 15, e acabou eleito o melhor em quadra.

veja também