MENU

Da faculdade para o gol: Danilo se forma administrador no fim do ano

Da faculdade para o gol: Danilo se forma administrador no fim do ano

Atualizado: Domingo, 7 Agosto de 2011 as 9:47

Ser a terceira opção entre os goleiros de um grande clube tem suas vantagens. No caso de Danilo Fernandes, titular do Corinthians neste domingo, contra o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada, o tempo “ocioso” foi aproveitado muito bem. Enquanto ficava longe das concentrações e das partidas do Timão, o jogador aproveitou para intensificar os estudos. No fim de 2011, ele se forma em administração de empresas.

- Estou no último semestre e deu para conciliar bem. Por ser terceiro ou quarto goleiro, não tem convocação, não vai para todos os jogos. Então, sempre deu tempo de estudar – afirmou.

Danilo Fernandes (de boné e camisa preta, no canto direito) mostra a turma da faculdade de Administração (Foto: Arquivo Pessoal)

Quando era relacionado para ficar no banco de reservas, Danilo convivia com a alegria de se sentir útil para a equipe e com a tristeza de se ausentar da faculdade. Longe das aulas, o goleiro tinha de fazer provas sem a presença dos amigos. Ou seja, não poderia colar em alguma questão um pouco mais complicada. - Eu perdia muitas provas. Sempre na semana de prova, eu era chamado para concentrar. Nunca concentrava, mas era só chegar a semana de prova que vinha o chamado. Os professores ajudavam, mas eu tinha de fazer as provas depois. E fazer sozinho é sempre pior (risos) – contou.

Para ser bem sincero, eu não pensava em fazer faculdade. Não sei se as lesões influenciaram" Danilo Fernandes Danilo iniciou a faculdade em um período muito difícil da carreira. Com seguidas cirurgias nos punhos e sem mais idade para integrar as categorias de base, ele estava prestes a abandonar os gramados para se transformar em preparador de goleiros no próprio Timão. Entretanto, um mês antes de seu contrato vencer, realizou um treino com os profissionais e acabou promovido pela comissão técnica.

- Para ser bem sincero, eu não pensava em fazer faculdade. Não sei se as lesões influenciaram. Meu primo estava começando, tinha acabado o colegial, e eu falei que começaria também – explicou o goleiro, que fez seu projeto de conclusão de curso em marketing esportivo.

Apesar de ser goleiro do segundo time mais popular do país, Danilo passou sem ser muito notado pelos corredores da universidade, localizada na Vila Maria, em São Paulo. Mas, como ainda precisa comparecer ao local para finalizar algumas matérias, o assédio deve aumentar depois de ser titular do Timão neste domingo. Mesmo que siga na vaga até Julio Cesar se recuperar da lesão no dedo mínimo da mão esquerda, ele promete não abandonar o curso na reta final.

- Só o pessoal da sala que me conhece. Às vezes, tinha comentário de um para o outro. Isso é consequência. Agora, jogando, tenho que continuar conciliando. Não tem como parar agora – projetou.

Com o diploma em mãos, Danilo pretende dar continuidade à vida de goleiro. Depois que pendurar as chuteiras, cogita trabalhar em algum cargo administrativo no futebol. Preparador de goleiros, nem pensar!

- Não sei o que pode acontecer. Por fazer administração, não sei se me interessa trabalhar no campo. Posso ficar ali na salinha, no ar condicionado. Campo, todo dia, desgasta (risos) – completou.    

veja também