MENU

Da selva para a neve, esquiador é o 1º ganês nos Jogos de Inverno

Da selva para a neve, esquiador é o 1º ganês nos Jogos de Inverno

Atualizado: Terça-feira, 2 Fevereiro de 2010 as 12

Ver atletas brasileiros em plena neve nos Jogos Olímpicos de Inverno chega a ser surpreendente. Não mais, porém, do que um atleta em especial que já treina em Vancouver para a edição deste ano da competição, que começa no dia 12. Kwame Nkrumah-Acheampong representará Gana nas Olimpíadas, sobre um par de esquis.

O competidor é o primeiro ganês na história a representar o país africano, num esforço à la "Jamaica Abaixo de Zero". Conhecido como Leopardo da Neve, ele quer trazer a força da selva de seu país para o esqui alpino e deixar de lado o ceticismo pela sua origem.

Segundo o jornal canadense The Province , Kwame já se encontra em Vancouver, realizando sua última fase de treinos para descer as montanhas geladas da cidade.

Ele, na verdade, não nasceu no país, apesar de defender as cores da nação africana. Seu pai estudava doutorado em Glasgow, na Escócia, local em que ele nasceu em 1974. Ainda criança, no entanto, mudou-se para Gana, onde chegou a trabalhar como guia em um safári, antes de voltar à Europa em 2000, indo morar na Inglaterra.

A prática do esqui começou quando ele foi trabalhar em uma estação e passou a praticar em neve artificial, durante seu tempo livr. O ganês chegou a tentar a classificação para os Jogos de Turim, em 2006, mas não conseguiu fazer seu país estrear nas Olimpíadas de Inverno. Agora, ele já tem vaga garantida, a exemplo de atletas de países como Camarões, Etiópia e Senegal, que também já competiram em edições passadas.

"Agora, acho que as pessoas dirão 'Ok, ele conseguiu desta vez'. Estou qualificado e desta vez com certeza veremos a bandeira de Gana em Vancouver", comemorou ele, em entrevista à BBC . "Minha esperança é a de esquiar bem e provar que posso estar entre os melhores."

Apesar de após cinco anos de experiência já estar acostumado ao esporte, Kwame admite que nem sempre foi assim. Ele afirma que a primeira experiência no downhill foi "aterrotizante". "Meu técnico me falou para eu apenas não tentar virar. Apenas seguir reto. E foi o que eu fiz, desci direto", relembra ele, que já é sensação para os Jogos em Vancouver.

O esquiador tem um papel importante em seu país, que vai além dos resultados que vai conseguir a partir do dia 12. Ele comanda programas para difundir os esportes de inverno entre as crianças ganesas, junto ao comitê olímpico local. Uma de suas promessas é a de construir um local com neve artificial no país para a prática do esqui, antes das Olimpíadas de Inverno de 2014, em Sochi (RUS).

veja também