MENU

Dagoberto pode se despedir do Tricolor como reserva contra o Peixe

Dagoberto pode se despedir do Tricolor como reserva contra o Peixe

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 10:59

A partida de domingo, contra o Santos, que será realizada em Mogi Mirim, poderá marcar a despedida do atacante Dagoberto do São Paulo. Com contrato firmado para defender o Inter em abril de 2012, ele depende de um acordo entre as duas diretorias para partir a Porto Alegre já em janeiro. Mas, como caiu muito de rendimento desde que assinou o pré-contrato com o Colorado, não será nenhuma surpresa se o jogador sentar no banco de reservas no fim de semana.

Leão não garantiu a escalação do atacante no clássico do final de semana  (Foto: João Neto / VIPCOMM) Como Lucas, que cumpriu suspensão automática no clássico contra o Palmeiras, tem presença garantida no duelo, alguém da frente tem de sair da equipe. Luis Fabiano está garantido. A disputa ficaria entre Fernandinho e Dagoberto, que vem sendo muito criticado por torcedores e conselheiros do clube por sua falta de comprometimento. Um dado que comprova e muito a queda de Dagoberto é que, apesar de ser o artilheiro da equipe na temporada, com 22 gols, ele não balança as redes adversárias há nove jogos. Seu último tento ocorreu no dia 5 de outubro, contra o Cruzeiro (empate por 3 a 3). Depois, passou em branco nos duelos contra Libertad (ida e volta, pela Copa Sul-Americana), Internacional, Atlético-GO, Coritiba, Bahia, Avaí, América-MG e Palmeiras.

Questionado sobre o atacante na entrevista coletiva, Leão disse que somente vai definir após os treinos da semana.

- Acho que quem tem de dar essa resposta (se joga ou não) é o Dagoberto, mas aqui ninguém está descartado do jogo. Escalação é outra coisa. Ele já deixou de jogar comigo em outra partida (contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada), como aconteceu com outros atletas. Time definido ainda não tenho - afirmou o treinador são-paulino.

Vale lembrar que, nos sete jogos em que Leão dirigiu o São Paulo, Dagoberto foi sacado em três no segundo tempo e acabou barrado na derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR.        

veja também