MENU

Damião diz que fica no Inter, lamenta lesão, mas já mira Olimpíadas

Damião diz que fica no Inter, lamenta lesão, mas já mira Olimpíadas

Atualizado: Terça-feira, 6 Dezembro de 2011 as 3:38

O atacante Leandro Damião viveu um 2011 espetacular, com 40 gols na temporada, convocações para a Seleção Brasileira e a afirmação como um dos principais jogadores em atividade no Brasil. Mesmo assim, o artilheiro quer mais. Sem ligar para o assédio de clubes europeus, Damião diz que fica no Internacional por tempo indeterminado: quer jogar mais uma Taça Libertadores, disputar as Olimpíadas de Londres com a Seleção Brasileira e reafirmar sua condição de goleador.

- Vou ficar, quero jogar a Libertadores. Foi um dever cumprido termos conseguido essa classificação - disse o artilheiro, durante o Prêmio Craque Brasileirão 2011.

A multa rescisória do atacante é de 50 milhões de euros (R$120 milhões), e a diretoria do Inter já avisou que vai segurá-lo pelo menos até agosto. O pensamento de Damião está mais voltado para a Seleção do que para a Europa. Seu objetivo em 2012, além de seguir fazendo gols pelo Inter, é assegurar uma vaga nas Olimpíadas de Londres. Com idade olímpica (22 anos), tem presença praticamente certa.

- É meu principal objetivo, já consegui fazer gol, boas jogadas, aos poucos conquisto meu espaço na Seleção. A disputa das Olimpíadas iria coroar meu trabalho - afirmou Damião.

A temporada de sucessos poderia ter sido ainda melhor para o atacante. Uma lesão muscular o tirou de combate por mais de um mês, e impediu que Damião brigasse pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Com 14 gols, o jogador do Inter ficou a nove do goleador máximo, o santista Borges (23 gols).

- Poderia ter disputado a artilharia, mas infelizmente me machuquei. O importante é que voltei sem sentir dor, tranquilo, e agora vou aproveitar bem as férias para voltar 100% no ano que vem - desejou o atacante.

Damião deve passar um período das férias em São Paulo, cidade natal, e depois viajar com familiares. O atacante disse que quer tranquilidade, e não pretende participar de jogos comemorativos de fim de ano.

veja também