MENU

Daniel Alves não se considera reserva na seleção de Dunga

Daniel Alves não se considera reserva na seleção de Dunga

Atualizado: Sexta-feira, 11 Junho de 2010 as 9:04

Daniel Alves garante não se incomodar com a reserva na seleção brasileira. Apesar de viver uma ótima fase e sempre jogar bem nas oportunidades que são dadas por Dunga, o jogador do Barcelona prefere adotar um discurso humilde, de respeito aos companheiros.

- Não tem frustração (por ser reserva). Estou realizando um sonho de estar na seleção, de participar pela primeira vez de uma Copa do Mundo. O que tem é muita felicidade de estar aqui. Só quero fazer o meu trabalho. Não importa se sou titular ou não. O mais importante é estar sendo utilizado. Não me sinto reserva, me sinto como um jogador que pode ter oportunidades e quando jogar vou procurar aproveitá-las. A gente está aqui na seleção em prol da seleção. E juntando um pouco de cada um no final as coisas tão certo.

Daniel Alves pode ser considerado o 12º jogador da seleção. O lateral do Barcelona, visto como um do melhores do mundo na posição, tem em Maicon um rival à altura. Por isso, virou uma opção também para o meio-campo. O jogador prefere não pensar onde seria mais fácil ganhar uma vaga entre os 11 titulares.

- Facilidade aqui ninguém vai encontrar. E não é uma preocupação minha ser titular ou reserva. Aqui neste grupo não existe isso. São as opções do treinador. Ele escolhe alguns jogadores e outros precisam aguardar a oportunidade. Estou aqui para somar, para ajudar o grupo. Se vou jogar ou não... o importante é estar aqui e fazer parte da seleção brasileira.

O jogador também garantiu que não tem preferência sobre qual posição pode ser aproveitado por Dunga. O importante para Daniel Alves é entrar em campo e jogar. 

- Quem está aqui na seleção não pode escolher onde vai jogar. Eu sempre tenho falado que se fosse no Barcelona eu ia apostar pela lateral, mas aqui estou à disposição até para ser goleiro se precisar. Eu acho que aqui não temos de escolher nenhuma posição. A qualidade é muito grande. Vou me adaptar onde o técnico quiser.

veja também