MENU

Daniel Carvalho pede apoio da torcida, mesmo após má atuação de sábado

Daniel Carvalho pede apoio da torcida, mesmo após má atuação de sábado

Atualizado: Terça-feira, 28 Junho de 2011 as 9:21

Daniel Carvalho acha justa bronca da torcida

(Foto: Bruno Cantini / Site Oficial do Atlético-MG)

  O Atlético-MG volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Internacional, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O meia Daniel Carvalho sabe que a torcida do Galo está na bronca com o time, após a derrota para o Flamengo por 4 a 1, no último sábado.

Mesmo admitindo a razão da torcida, Daniel espera contar com o apoio maciço dos atleticanos no próximo jogo.

- Olha, sem dúvida, se eu pudesse pedir para o torcedor, pediria para que ele incentivasse do começo ao fim. Pode ter certeza que nossa atitude vai ser outra e para o torcedor nos incentivar, a gente tem que mostrar dentro de campo. Se a gente for apático, o torcedor vai vaiar, e com razão. Ele comparece ao estádio, viaja alguns quilômetros pra nos apoiar em Sete Lagoas e eu acho que, no mínimo,o que ele tem que ver no campo é um jogador dedicado. Está pagando ingresso e acho que ele tem direito de nos vaiar. Se eu pudesse pedir, seria para que nos apoiasse do começo ao fim e deixasse a vaia para depois.

As broncas não ficaram restritas à torcida. O zagueiro e capitão do Atlético-MG, Réver, também chamou a atenção do elenco atleticano, dizendo que faltou atitude e vergonha na cara. Daniel Carvalho concordou com o capitão e disse que o time depende de seu próprio esforço para reverter a situação.

- Incomoda a todos. O sentimento é complicado. Parece que você tomou um tapa na cara e não pode reagir nem fazer nada. A reação é só no jogo seguinte. Ele foi muito feliz nas colocações e parece que faltou vergonha na cara porque um time como o Atlético-MG, com o grupo que tem, é inadmissível chegar no Rio de Janeiro e perder de quatro para o Flamengo, com todo respeito ao time deles. A gente sabe a qualidade que tem aqui dentro do grupo e jamais pode acontecer isso. O torcedor tem o direito de cobrar e ficar chateado. Nós temos que abaixar a cabeça, escutar e correr atrás trabalhando.          

veja também