MENU

De atacante a locutor: Neymar narra gol da final da Libertadores 2011

De atacante a locutor: Neymar narra gol da final da Libertadores 2011

Atualizado: Quinta-feira, 23 Junho de 2011 as 2:52

Não bastava fazer o gol, tinha que narrar.  Após a conquista da Libertadores 2011, o irreverente Neymar aprontou mais uma: narrou o lance que abriu caminho para a vitória do Santos sobre o Peñarol por 2 a 1.

No calor da comemoração do terceiro título sul-americano do Peixe, o atacante relembrou a tabela entre Arouca e Ganso que acabou com sua conclusão para o fundo da rede da equipe uruguaia.

Com apenas 19 anos, Neymar se transformou em um dos principais jogadores do do Alvinegro Praiano, desde a "era Pelé". Com seis gols marcados ao longo da competição, o camisa 11 deixou o Pacaembu com o posto de vice-atilheiro, sendo superado apenas por Wallyson (Cruzeiro) e Nanni (Cerro Porteño), que fizeram sete.

Carreira meteórica

Em 2003 chegou ao Santos e suas atuações pelo time infantil chamavam atenção. Cinco anos depois o menino começou a treinar com o time de juniores e fez sua estreia como profissional no dia 7 de março de 2009, aos 17 anos, contra o Oeste, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. Desde então seu talento é reverenciado.     Graças à sua irreverência, carisma e bom desempenho em campo, Neymar passou a ser referência para a equipe e para futuros jogadores, que até já adotaram o corte de cabelo do atacante. Ele também mostrou um lado rebelde e polêmico. Entre brigas com treinadores e árbitros, o atleta mostrou que não se abalava em campo.

Depois da sua consagração como jogador, só resta saber até quando Neymar ficará no Brasil. O Santos está classificado para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão, mas talvez não possa contar com o atacante. O jogador já recebeu propostas de clubes europeus e poderá deixar a equipe paulista em breve.      

veja também