MENU

De novo no paredão, Julio Cesar diz que pressão dá 'mais bagagem'

De novo no paredão, Julio Cesar diz que pressão dá 'mais bagagem'

Atualizado: Quinta-feira, 10 Novembro de 2011 as 11:28

Julio Cesar em ação no duelo com o América-MG

(Foto: Futura Press) Julio Cesar já foi do céu ao inferno algumas vezes nesta temporada. Nos bons momentos, o goleiro teve destaque no Corinthians. Mas, nos maus, ele também foi o principal vilão. Nesta semana, por exemplo, o camisa 1 tem sofrido críticas pelo gol da vitória do lanterna América-MG, domingo, em Uberlândia.

O jogo estava empatado por 1 a 1 quando Chicão derrubou um adversário perto da grande área. Amaral cobrou e Julio Cesar não alcançou. Depois do jogo, ele reclamou que tinha gente demais na barreira, “reforçada” com atletas do Coelho, e afirmou que não tinha considerado erro. Depois de ver o lance, a opinião é igual.

Para Julio Cesar, essa cobrança é inerente ao goleiro. Diferentemente do que acontece com um atacante. Mas, para ele, as cobranças aumentam a bagagem.

– Se o atacante faz gol no primeiro minuto, ele pode passar o resto do jogo sem fazer nada. Isso (cobrança em cima do goleiro) traz maturidade, experiência, bagagem. É chato passar por este tipo de situação – disse Julio Cesar.

– Assim que acabou o jogo contra o América-MG, fui ver o gol no meu celular. Contra o Santos, na final no Paulista, assumo que falhei. Mas a cobrança da falta no gol do América-MG é normal – emendou o goleiro, lembrando lance em que não pegou chute de Neymar.

Se em alguns setores do clube as críticas têm sido fortes em cima de Julio Cesar, no elenco Paulo André assegura que o goleiro tem apoio incondicional.

– O Julio Cesar foi quem mais sofreu cobrança este ano. Ele é um jogador querido por todos, formado na base do Corinthians, acostumado com a pressão e que vai sair dessa muito bem. Ele tem a confiança de todos no grupo. Não podemos crucificá-lo – falou o zagueiro.

Neste domingo, às 17h, o Corinthians, líder do Campeonato Brasileiro com 58 pontos, encara o Atlético-PR, no estádio do Pacaembu, pela 34ª rodada.          

veja também