MENU

De olho em dobradinha, Thiago e Henrique vão à final dos 200m medley

De olho em dobradinha, Thiago e Henrique vão à final dos 200m medley

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 3:17

Na metade de sua maratona de provas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, Thiago Pereira se poupou nas eliminatórias dos 200m medley, nesta quarta-feira. O brasileiro segurou o ritmo e, deslizando lentamente no fim, marcou 2m04s84, segundo melhor tempo geral. O americano Conor Dwyer foi o mais rápido das duas séries, com 2m04s56. Henrique Rodrigues bateu na frente na primeira tomada de tempo (2m04s88) e avançou à disputa de medalhas em terceiro.

- Estou um pouco cansado, mas agora de manhã a gente fez um aquecimento bem rodado, mais para lavar mesmo de ontem. Agora é aproveitar que acabou cedo, para soltar bem e fazer uma massagem para recuperar e estar 100% mais tarde - disse Thiago.

Thiago Pereira se poupa em busca da décima medalha de ouro em Pan (Foto: Satiro Sodré/AGIF) Nesta quarta-feira, Thiago tenta igualar o recorde de ouros de Hugo Hoyama em Pans. O mesa-tenista já subiu dez vezes no lugar mais alto do pódio, enquanto o nadador soma nove medalhas douradas. O atleta do Corinthians teve a chance de empatar a "disputa" na terça, mas ficou apenas com o bronze nos 200m peito.

Assim como Thiago, Henrique preferiu poupar forças para a final desta noite. O nadador ainda se recupera de um problema estomacal.

Henrique Rodrigues acredita em dobradinha do

brasileira (Foto: Satiro Sodré/AGIF) - A comida aqui não está me ajudando. Acho que foi um sanduíche que eu comi no dia que não teve comida na Vila. Todo mundo foi para o desfile (cerimônia de abertura) e não tinha jantar. Ainda estou me recuperando - contou.

Para a final, a expectativa é que a dupla garanta mais uma dobradinha do Brasil no pódio.

- Podemos esperar uma dobradinha. Só não sei quem vai ser primeiro e quem vai ser segundo - disse Henrique.

Tatiana Lemos e Joanna Maranhão também avançam

Tatiana se prepara para conquistar uma vaga na

final dos 100m livre (Foto: Satiro Sodré / Agif) Nos 100m livre feminino, Tatiana Lemos avançou para a final, com o quinto melhor tempo (56s47) das eliminatórias. Já Daynara de Paula por pouco não conseguiu uma vaga na disputa por medalha. Ela ficou com a nona marca (57s14). A americana Amanda Kendall foi a mais veloz, em 54s82.

- Para classificar, foi bom. Acordei meio cansada de ontem. A gente nadou muito tarde, cheguei na Vila tarde e tive de acordar muito cedo. Mas eu gostei da prova e tem mais para tirar na final – disse Tatiana, que fez parte do revezamento 4x200m livre medalhista de prata, na última terça-feira.

Ainda com o dedo inchado e sentindo muitas dores, Joanna Maranhão garantiu presença em sua quinta final em Guadalajara. A pernambucana nadou os 200m borboleta em 2m14s63 e se classificou com o quarto melhor tempo geral (segundo na bateria) para a disputa por medalhas. Daiene Dias foi apenas a 10ª na classificação e está fora do páreo. A americana Kimberly Vanderberg, com 2h12m04, foi a mais veloz.

Com apenas uma bateria, a eliminatória do 4x200m livre masculina serviu somente para definir as raias da final desta noite. Giuliano Rocco, Lucas Kanieski, Diogo Yabe e Leonardo de Deus ficaram em segundo, com 7m37s89. O quarteto americano fez o melhor tempo: 7m27s09.        

veja também