MENU

De olho na Libertadores, São Paulo pega o Avaí, que estreia novo técnico

De olho na Libertadores, São Paulo pega o Avaí, que estreia novo técnico

Atualizado: Quarta-feira, 14 Julho de 2010 as 9:05

Um time quer aproveitar o Campeonato Brasileiro como preparação final para a semifinal da Taça Libertadores da América. O outro volta com novo comando e espera iniciar uma campanha visando as primeiras colocação da tabela de classificação. São Paulo e Avaí vão atrás da vitória na partida que será realizada na noite desta quarta-feira, às 19h30m, no estádio do Morumbi, pela oitava rodada do Nacional.

Os dois times vivem situações distintas na tabela de classificação. O Tricolor é o sexto colocado, com 11 pontos, seis a menos que o líder Corinthians. Já o Avaí está na 13ª posição, com três pontos a menos. O duelo no Morumbi terá transmissão para todo país pelo canal Premiére, através do sistema pay-per-view. O GLOBOESPORTE.COM também acompanhará o duelo em tempo real, com vídeos exclusivos, a partir das 19h.

Tricolor aposta no entrosamento

No São Paulo, em time que está ganhando não se mexe. A meta é recuperar o bom futebol que a equipe vinha mostrando antes da parada do Campeonato Brasileiro. As referências são as atuações contra Cruzeiro e Internacional. O técnico Ricardo Gomes quer aproveitar as partidas contra Avaí, Vitória, Grêmio Prudente e Santos para deixar o time preparado para encarar o Colorado gaúcho, no dia 28 de julho, no Beira-Rio, pela semifinal do torneio sul-americano.

- A preparação foi boa. Aproveitamos o tempo para fazer correções e aprimoramentos na parte tática. Também trabalhamos a parte física. Agora é pontuar no Campeonato Brasileiro e depois disputar a semifinal da Taça Libertadores da América, que é o nosso grande objetivo – afirmou o comandante do time do Morumbi.

Em relação ao time titular, apenas uma baixa. Cicinho, que teve atuações irregulares na sua segunda passagem pela equipe do Morumbi, foi devolvido para o Roma (ITA), que não aceitou um novo empréstimo por três meses. Jean, que já atuou como ala no ano passado, será novamente titular. O resto será o mesmo que vinha jogando, inclusive o esquema 3-5-2, com Richarlyson fazendo papel de zagueiro pela esquerda.

- Não seria inteligente mexer no que está dando certo – afirmou o treinador, que ganhou dois reforços para o banco de reservas: Cléber Santana e Washington. Os dois , que não vinham sendo relacionados porque tinha chance de sair, acabaram permanecendo e ficarão como opções nesta quarta-feira.

Delegado no banco de reservas do Avaí

Um time quer aproveitar o Campeonato Brasileiro como preparação final para a semifinal da Taça Libertadores da América. O outro volta com novo comando e espera iniciar uma campanha visando as primeiras colocação da tabela de classificação. São Paulo e Avaí vão atrás da vitória na partida que será realizada na noite desta quarta-feira, às 19h30m, no estádio do Morumbi, pela oitava rodada do Nacional.

Os dois times vivem situações distintas na tabela de classificação. O Tricolor é o sexto colocado, com 11 pontos, seis a menos que o líder Corinthians. Já o Avaí está na 13ª posição, com três pontos a menos. O duelo no Morumbi terá transmissão para todo país pelo canal Premiére, através do sistema pay-per-view. O GLOBOESPORTE.COM também acompanhará o duelo em tempo real, com vídeos exclusivos, a partir das 19h.

Tricolor aposta no entrosamento

No São Paulo, em time que está ganhando não se mexe. A meta é recuperar o bom futebol que a equipe vinha mostrando antes da parada do Campeonato Brasileiro. As referências são as atuações contra Cruzeiro e Internacional. O técnico Ricardo Gomes quer aproveitar as partidas contra Avaí, Vitória, Grêmio Prudente e Santos para deixar o time preparado para encarar o Colorado gaúcho, no dia 28 de julho, no Beira-Rio, pela semifinal do torneio sul-americano.

- A preparação foi boa. Aproveitamos o tempo para fazer correções e aprimoramentos na parte tática. Também trabalhamos a parte física. Agora é pontuar no Campeonato Brasileiro e depois disputar a semifinal da Taça Libertadores da América, que é o nosso grande objetivo – afirmou o comandante do time do Morumbi.

Em relação ao time titular, apenas uma baixa. Cicinho, que teve atuações irregulares na sua segunda passagem pela equipe do Morumbi, foi devolvido para o Roma (ITA), que não aceitou um novo empréstimo por três meses. Jean, que já atuou como ala no ano passado, será novamente titular. O resto será o mesmo que vinha jogando, inclusive o esquema 3-5-2, com Richarlyson fazendo papel de zagueiro pela esquerda.

- Não seria inteligente mexer no que está dando certo – afirmou o treinador, que ganhou dois reforços para o banco de reservas: Cléber Santana e Washington. Os dois , que não vinham sendo relacionados porque tinha chance de sair, acabaram permanecendo e ficarão como opções nesta quarta-feira.

Delegado no banco de reservas do Avaí

A partida desta quarta-feira marca a estreia do técnico Antônio Lopes no comando do Avaí. O treinador já fez mudanças no time utilizado por Péricles Chamusca nas primeiras partidas do campeonato, a começar pelo gol, onde o jovem Renan, de 19 anos, substitui o lesionado Zé Carlos. O zagueiro Gabriel entra na vaga de Émerson Nunes.

O primeiro jogo de Antônio Lopes não será o primeiro de Sávio e Vandinho como titulares no Brasileirão. A dupla se recuperou de contusões que impediram suas estreias no campeonato até aqui, mas o técnico considera-os ainda fora da forma ideal para começar jogando. Os dois atacantes estarão no banco de reservas no Morumbi.

O treinador deixa claro que nenhum dos titulares contra o São Paulo tem vaga garantida, portanto a partida no Morumbi será uma oportunidade para seus jogadores comprovarem a confiança neles depositada.

- A gente tem que colocar todos os jogadores para participarem da equipe considerada titular, ainda mais eu que estou chegando agora. Contra o Grêmio, jogou o (lateral) Marcos, botei ele também para fazer os treinamentos iniciais. Agora botei o Patric, ele vinha jogando e sai de início. Isso não quer dizer que o Marcos não vai jogar. Ele tem que continuar treinando, se aplicando e se preparando, porque depois vai aparecer uma oportunidade. Futebol tem que ser uma luta permanente por parte dos jogadores - disse o técnico.

veja também