MENU

De Rose descarta hipótese de doping caso Ronaldo tomasse hormônio

De Rose descarta hipótese de doping caso Ronaldo tomasse hormônio

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 3:05

A revelação de que Ronaldo tem hipotireoidismo pode ter surpreendido a quem o criticava pelo excesso de peso. No entanto, uma outra informação dada pelo jogador em sua entrevista coletiva para falar sobre a aposentadoria causou espanto no responsável pela área de controle de doping do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e membro-fundador da Agência Mundial Antidoping (Wada), Dr. Eduardo De Rose. Segundo o médico, o hormônio Tiroxina, presente no remédio de controle do distúrbio, não consta na lista de substâncias proibidas da entidade internacional.

- Que eu me lembre, esse hormônio nunca esteve na lista. E outra coisa, qualquer medicamento pode ser usado por qualquer atleta, caso seja indicado por um profissional de medicina e aprovado pela Federação Internacional. Ele poderia ter tomado o remédio, sim, se tivesse avisado – afirmou Dr. De Rose.

De fato, o hormônio não consta na lista de substâncias proibidas atualizada pela Agência Mundial em janeiro de 2011. Documento que está disponível no site da entidade e do Comitê Olímpico Brasileiro.

Em uma matéria do jornal italiano Gazzetta dello Sport, de agosto de 2007, inclusive, há informações de que o Fenômeno tomava o hormônio, indicado por médicos do Milan, que registraram o tratamento no Comitê Olímpico Italiano e na própria Wada.

O hipotireoidismo é uma doença ocasionada pela diminuição de função da tireóide, principal glândula que regula o metabolismo. A falta de tratamento ocasiona falha na oxigenação dos músculos, o que leva a um esforço demasiado, que, consequentemente, pode ser o responsável por inúmeras lesões.

- O músculo fica mais vulnerável. É obrigado a trabalhar muito mais do que precisava. Para um atleta, principalmente, isso pode ser o principal motivo de uma sequência de lesões. Ele não tem uma normalização metabólica se não tomar o hormônio – afirma o endocrinologista Ronaldo dos Reis Carvalho.

Doença pode ser responsável por excesso de peso

Na coletiva, o Fenômeno também afirmou que “muitos devem estar arrependidos por terem feito chacota sobre seu peso”, logo após revelar que tem hipotireoidismo. De acordo com o Dr. Dos Reis Carvalho, a falta do hormônio realmente leva a uma “extrema dificuldade” de perda de peso.

- Ele não vai acumular gordura por causa da doença, mas vai ter muito problema para emagrecer, uma vez que tenha engordado – garantiu.      

veja também