MENU

Decepcionado, Hamilton quer esquecer oitavo lugar na Malásia

Decepcionado, Hamilton quer esquecer oitavo lugar na Malásia

Atualizado: Segunda-feira, 11 Abril de 2011 as 11:50

Descontente por terminar o GP da Malásia na oitava posição, Lewis Hamilton acredita o melhor que tem a fazer neste momento é esquecer o fim de semana decepcionante que passou.  Depois de ter problemas de pneus no fim da corrida e cair do segundo para o oitavo lugar, o piloto da McLaren afirma que vai seguir em frente e se concentrar no circuito de Xangai, na China, no próximo fim de semana.

- É preciso ver a experiência positiva da Malásia e aprender com ela para a China, daqui a poucos dias. Acho que o melhor é seguir em frente - admite Hamilton, que iniciou bem a temporada, em segundo lugar no GP da Austrália.

Para o britânico, o lado positivo do GP da Malásia foi o desempenho de seu companheiro de equipe, Jenson Button, que acabou no segundo posto. Satisfeito, Hamilton foi só elogios ao compatriota.

- Ele foi capaz de reduzir a diferença para Vettel nas últimas voltas, fez uma corrida fantástica, e eu acho que nós temos ritmo suficiente para continuar a lutar com a RBR neste fim de semana. Por agora, a Red Bull não foi capaz de atingir seu pleno potencial, e eu acho que é importante que se continue pressionando - garante Hamilton.

Hamilton terminou o GP da Malásia em sétimo, mas recebeu uma punição por defender a posição contra Fernando Alonso com mais de uma mudança de linha, o que é proibido pelo regulamento. No fim, os dois receberam um acréscimo de 20 segundos no tempo total da corrida, mas apenas o inglês perdeu posições e caiu para o oitavo lugar. O espanhol se manteve em sexto.

Confira o resultado final atualizado do GP da Malásia (310,408 quilômetros):

1 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 56 voltas em 1h37m39s832

2 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 3s261

3 - Nick Heidfeld (ALE/Renault) - a 25s075

4 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - a 26s384

5 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 36s958

6 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 57s248 (punido em 20 segundos)

7 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 1m07s239

8 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 1m09s957 (punido em 20 segundos)

9 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 1m24s896

10 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - a 1m31s563

11 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - a 1m45s000

12 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1 volta

13 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - a 1 volta

14 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - a 1 volta

15 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) - a 1 volta

16 - Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) - a 2 voltas

17 - Vitaly Petrov (RUS/Renault) - a 4 voltas/acidente

Não terminaram:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) - a 10 voltas/mecânico

Jerome D'Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) - a 14 voltas/mecânico

Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) - a 25 voltas/embreagem

Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) - a 33 voltas/mecânico

Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - a 34 voltas/câmbio

Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) - a 42 voltas/mecânico

Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) - a 48 voltas/mecânico

veja também