MENU

Dentinho salva, Timão vence o São Caetano e ganha vaga no G-4

Dentinho salva, Timão vence o São Caetano e ganha vaga no G-4

Atualizado: Segunda-feira, 8 Março de 2010 as 12

Sem Ronaldo, seu dentuço mais famoso, poupado para o jogo de quarta-feira pela Libertadores, a Fiel pediu por Dentinho quando viu que o Timão se encaminhava para mais um tropeço. Mano atendeu e o atacante resolveu. Neste domingo, na Arena Barueri, ele saiu do banco para ser o herói da suada vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o São Caetano, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. O triunfo acabou com uma sequência de três jogos sem vitória do time no Estadual e ainda o recolocou no G-4.

Com 23 pontos, o Alvinegro pulou da sexta para a quarta colocação. O Azulão, por sua vez, continuou com 20 pontos, agora em sexto lugar. Agora, o Timão concentra todas as suas forças na disputa da Taça Libertadores da América. Na quarta-feira, em Bogotá, na Colômbia, os comandados de Mano Menezes encaram o Independiente Medellín, pela segunda rodada do Grupo 1. Na estreia, no último dia 24, os brasileiros venceram os uruguaios do Racing por 2 a 1, no Pacaembu.

Pelo Campeonato Paulista, o Corinthians volta a campo no próximo domingo,  novamente na Arena Barueri, só que dessa vez como mandante diante do Santo André, às 19h30m (de Brasília). Já o Azulão joga no sábado, às 19h30m, contra a Portuguesa no estádio do Canindé,

Muito toque, pouca finalização

Diferentemente das últimas partidas, o Corinthians mostrou-se bastante organizado no primeiro tempo do duelo com o São Caetano. Com força e velocidade, atacou o adversário desde os minutos iniciais. Aos quatro, aliás, após cruzamento da direita, Souza caiu na área e reclamou empurrão de um zagueiro. O árbitro nada marcou.

Com Danilo caindo pelo lado esquerdo, o Timão dominava a posse de bola e tocava como se a equipe já jogasse junto há tempos. Aos 12, Souza fez bom pivô e rolou para Iarley chutar por cima do gol. Um minuto depois, Souza apareceu bem de novo e tocou de calcanhar para Roberto Carlos. O lateral ajeitou para Iarley finalizar fraco.

As tabelas eram constantes por parte do Corinthians, só que faltava uma boa finalização. Aos 15, Morais trocou passes com Iarley e chutou da meia lua, às esquerda de Luiz. Aos 20, mais uma reclamação de pênalti. Após cruzamento de Danilo, Anderson Marques chutou em cima de um companheiro e a bola bateu em seu braço.

O árbitro considerou o lance involuntário. A partir daí, o Timão diminuiu o ritmo e deu mais espaços para o São Caetano. Aos 24, Fernandes teve boa chance perto da grande área e chutou forte (confira no vídeo). Felipe, em dois tempos, fez grande defesa. Aos 38, Fernandes rolou para Arthur driblar dois e mandar por cima do gol corintiano.

A equipe do Parque São Jorge só conseguiu voltar a levar perigo aos 41 minutos, quando Iarley avançou pela esquerda, voltou um pouco e rolou no meio para Jucilei. O volante, de fora da área, pegou forte, mas a bola passou longe do gol de Luiz.

Dentinho salvador  

As duas equipes voltaram para o segundo tempo sem nenhuma alteração. A postura também não mudou. O São Caetano continuou recuado, e o Corinthians apostando em Danilo na armação. Foi do meia, aliás, um perigoso chute aos cinco minutos. Ele pegou forte de perna esquerda, de fora da área, e assustou ao goleiro Luiz.

O camisa 10 voltou a participar de uma boa jogada aos sete. Ele encontrou Morais bem colocado perto da grande área e fez o passe. O meia-atacante, bateu rasteiro, cruzado, bem perto da trave direita de Luiz. Aos 11, o goleiro do Azulão brilhou ao defender chute de Souza, que concluiu de primeira após cruzamento de Roberto Carlos (veja no vídeo acima).

Apesar do domínio corintiano, o Azulão não estava morto. E provou isso aos 15 minutos. Eduardo recebeu a bola na esquerda e chutou. A bola desviou em Leandro Castan, e Felipe foi obrigado a se esticar para salvar. Depois dos 20 minutos, Mano resolveu mexer. Tirou Iarley e Danilo para as entradas de Jorge Henrique e Dentinho.

A próxima chance de gol do Timão saiu de uma cobrança de falta de Roberto Carlos. O lateral mandou à direita de Luiz, que apenas olhou a bola passar rente à trave. Aos 31 foi a vez de Jucilei tentar. O volante recebeu de Souza, gingou em frente à zaga e chutou rasteiro, para fácil defesa do goleiro do São Caetano. 

Melhor em campo, o Corinthians continuou na pressão. Aos 37, Dentinho fez boa jogada pela esquerda e rolou para Elias. De frente para o gol, ele chutou rasteiro, nas mãos de Luiz. A persistência alvinegra foi premiada apenas aos 40, quando Jorge Henrique acertou belo cruzamento para Dentinho marcar, de cabeça, o gol da vitória.

veja também