MENU

Denunciados, Emerson e Diguinho podem pegar até 12 anos de prisão

Denunciados, Emerson e Diguinho podem pegar até 12 anos de prisão

Atualizado: Terça-feira, 28 Fevereiro de 2012 as 8:44

Gazeta

Jogadores são acusados de participação em esquema de contrabando de carros importados

 

 

Emerson foi denunciado por contrabando

Foto: AE

O atacante Emerson Sheik, do Corinthians, e o volante Diguinho, do Fluminense, foram denunciados pelo Ministério Público Federal por contrabando e lavagem de dinheiro. O documento será analisado por um juiz, que pode demorar até 15 dias para responder se aceita a denúncia. Caso isso aconteça, os dois correm risco de pegar de quatro a 12 anos de prisão.

 

Leia também: Emerson "Sheik" e Diguinho são denunciados por contrabando

A Polícia Federal descobriu as irregularidades durante a operação Black Ops, inicialmente voltada ao monitoramento do israelense Yoram El Al, que atuava na máfia dos caça-níqueis no Rio de Janeiro. A investigação apurou que a concessionária Euro Imported Cars era utilizada pela quadrilha para lavagem de dinheiro.

Emerson comprou dois carros com notas subfaturadas - por isso pode responder duplamente por contrabando -, sendo que um deles foi repassado a Diguinho.

Entre as irregularidades que evidenciam lavagem de dinheiro, os veículos teriam sido emplacados em nome de terceiros, devolvidos à loja e depois recomprados, o que criou "uma cadeia de compra e venda do mesmo veículo articificialmente, de maneira a distanciar o real comprador e destinatário do veículo da importação ilegal". Caso respondam ao processo, os jogadores podem ser impedidos de deixar o Brasil, o que os deixaria fora de jogos pela Libertadores, por exemplo.


Continue lendo...

veja também