MENU

Depois de tumulto em clássico grego, Olympiacos é penalizado com um jogo

Depois de tumulto em clássico grego, Olympiacos é penalizado com um jogo

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 10:38

O Olympiacos foi penalizado com a disputa de um jogo em seu estádio com portões fechados, como consequência dos graves incidentes registrados no sábado, no confronto pelo Campeonato Grego, diante de seu grande rival, o Panathinaikos.

Chamado de “inferno grego”, o duelo do último sábado no estádio Georgios Karaiskaki, em Atenas, foi recheado de confusão e de manifestações racistas contra o atacante francês Cissé, companheiro de equipe do volante brasileiro.

Antes e durante a partida, dezenas de pedaços de madeira foram lançados dentro do campo. Houve ainda invasão do gramado ao final da partida e confronto entre as torcidas.

O capitão da equipe, Vasilis Torosidis, recebeu cinco jogos de suspensão por dar uma cabeçada em um rival. Durante a semana, o atacante francês Djibril Cissé, do Panathinaikos,  revelou que deixará o clube ao término da atual temporada. O jogador afirmou que foi vítima de racismo, com ofensas discriminatórias feitas pelos torcedores adversários.

Outro atleta que deixará o time grego é o brasileiro Gilberto Silva. Por conta de todos esses problemas e com contrato até junho deste ano no Panathinaikos, o volante afirmou que não ficará mais no clube no qual chegou em meados de 2008.    

veja também