MENU

Desempenho de Dorival no Peixe está entre os melhores da história

Desempenho de Dorival no Peixe está entre os melhores da história

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 3:50

Os números de Dorival Júnior no comando do Santos estão entre os melhores da história do clube. O treinador, demitido na noite da última terça-feira, conseguiu em 2010 um feito que nenhum outro havia obtido nos últimos 42 anos. Desde 1968, o Peixe não conquistava dois títulos importantes na mesma temporada. Em pouco mais de nove meses à frente do time em 2010, Dorival foi campeão do Paulistão e da Copa do Brasil, taça inédita na Vila Belmiro. Foram 61 jogos, 37 vitórias, oito empates e 16 derrotas.

 Em 1968, ainda na era Pelé, o técnico Antonio Fernandes, o Antoninho, levou a equipe aos títulos do Paulista, Roberto Gomes de Pedrosa, Recopa Sul-Americana e Recopa dos Campeões Mundiais no mesmo ano. A partir de então, apenas Vanderlei Luxemburgo e Emerson Leão tiveram desempenhos marcantes no Alvinegro da Baixada. Luxemburgo foi campeão quatro vezes, tendo ganhado dois Campeonatos Paulistas (2006 e 2007), um Brasileiro (2004) e um Torneio Rio-São Paulo (1997). Já Leão levou dois títulos: uma Copa Conmebol (1998) e um Brasileiro (2002). Antes de Dorival Júnior e excetuando a dupla citada, o último treinador a conduzir o Santos a uma conquista tinha sido Castilho, no Estadual de 1984. Apesar dos números favoráveis, Dorival Júnior não resistiu à confusão envolvendo o atacante Neymar. Na briga com a jovem estrela santista, o treinador acabou levando a pior e foi demitido pela diretoria do Peixe. ‘Falta de flexibilidade’ e ‘quebra de hierarquia’ foram as justificativas do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro para mandar Dorival embora.

veja também