MENU

Desespero boliviano é visto como dificuldade extra pelo Inter

Desespero boliviano é visto como dificuldade extra pelo Inter

Atualizado: Quarta-feira, 16 Março de 2011 as 10:23

O Jorge Wilstermann-BOL perdeu os dois jogos que disputou na Taça Libertadores da América. É o lanterna do Grupo 6 da competição e vê as chances de classificação minguarem. Para os bolivianos, não tem jeito: ou vencem o Inter, ou praticamente se despedem do torneio. E isso, na visão vermelha, é sinal de dificuldade. O técnico Celso Roth acredita que o adversário partirá para cima do Inter no jogo das 19h30m desta quarta-feira.  

 Vai ser um jogo difícil, porque o adversário está numa situação complicada: jogou duas partidas fora de casa e perdeu as duas. Agora, vai jogar em casa e tem a possibilidade de fazer o resultado. Virá com tudo que tem direito para cima do Internacional. O Internacional é que precisará saber enfrentar isso. Será um jogo de competição, de choque físico, e temos de nos adaptar à partida. Teremos um confronto bem claro de Libertadores. E temos de sair dessa situação – disse o treinador.

O goleiro Lauro faz raciocínio parecido. Para ele, a situação complicada renderá mais vontade ao Jorge Wilstermann-BOL. - O grande perigo dessa partida é a motivação da equipe adversária, que fez dois jogos fora e perdeu. Agora, ela joga em casa e aposta todas as fichas nesse jogo. Esperamos estar bem preparados. Tivemos tempo de treinamento. Temos que ficar alertas nesse jogo para conseguir o resultado que queremos – afirmou o goleiro.

O Inter está definido para o jogo. Irá a campo com Lauro, Nei, Rodrigo, Sorondo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga, Oscar e Zé Roberto; Leandro Damião.    

veja também