MENU

Desfalcado, Manchester United visita Olympique de Marselha pelas oitavas

Desfalcado, Manchester United visita Olympique de Marselha pelas oitavas

Atualizado: Quarta-feira, 23 Fevereiro de 2011 as 9:21

Com cinco importantes desfalques, o Manchester United estreia pelas oitavas de final da Liga dos Campeões diante do Olympique de Marselha, no estádio Velódrome, nesta quarta-feira. Será a prova de força de um elenco, até então, vitorioso na temporada.

Com quatro triunfos e dois empates conquistados na fase de grupos da competição, os Diabos Vermelhos vão encarar o time francês sem os zagueiros Ferdinand e Evans, os meias Anderson e Giggs e o atacante Michael Owen. Todos sequer viajaram com a delegação para a França, conforme anunciou no clube.      

  Tudo indica que o técnico Alex Ferguson colocará Smalling junto a Vidic na defesa. Rafael pode aparecer na lateral direita. O trio ofensivo do líder do Campeonato Inglês está confirmado com Berbatov, Rooney e Nani.

– Acompanhei alguns jogos do Olympique na fase de grupos. Após um início ruim, eles deram a volta por cima e venceram os últimos quatro jogos. Não podemos nos esquecer de que a classificação será decidida em dois jogos, portanto, é importante levarmos uma vantagem de volta para Manchester. Será um jogo complicado contra uma equipe que sempre busca o ataque, mas estamos prontos para esse duelo interessante – disse Rafael.

O Olympique de Marselha não ocupa a primeira posição do Francês, mas passa por boa fase, com três vitórias consecutivas na competição nacional e a três pontos do líder Lille. Os franceses querem manter o bom retrospecto em casa. A última derrota do time do técnico Didier Deschamps foi em setembro de 2010, quando perdeu para o Spartak de Moscou na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Para o duelo contra o Manchester, o técnico da equipe francesa deve contar com o lateral Rod Fanni. O atacante brasileiro Brandão, que teve alguns dias de descanso, também será titular, enquanto Mathieu Valbuena, uma das estrelas da equipe francesa, começará o confronto no banco de reservas, já que não está ainda 100% recuperado de sua lesão no tornozelo.

– Passei três anos fantásticos em Manchester, aprendi muito e tenho boas recordações daquele grande clube. O treinador é o mesmo e a cultura de vitória também. O Alex Ferguson transmitiu-me a mentalidade vencedora e fez tudo para que eu me sentisse em casa. Ele também me fez crescer como homem – elogiou o defensor argentino Heinze.    

veja também