MENU

Di Grassi lamenta abandono, mas festeja: Combinação de azar e sorte

Di Grassi lamenta abandono, mas festeja: Combinação de azar e sorte

Atualizado: Segunda-feira, 20 Dezembro de 2010 as 8:45

Tudo parecia perdido quando, na quinta volta, acabou atingido por Antonio Pizzonia, o que causou a quebra do escapamento do kart. Mas a estrela de Lucas di Grassi resolveu brilhar neste domingo em Florianópolis. Mesmo com o abandono, o brasileiro conseguiu seu primeiro título do Desafio das Estrelas por causa da vitória de Bia Figueiredo, que deixou Rubens Barrichello - que levaria o bicampeonato com o triunfo - na segunda posição da corrida.

- Foi um dia em que fiquei triste no começo e feliz no final. O Pizzonia me tirou da prova tentando passar em um lugar onde não era possível. Acabou com a minha corrida e com a dele. Pior para ele, que poderia ter ido para o pódio também. Depois, fiquei na torcida e comemorava cada ultrapassagem da Bia (Figueredo). Não esperava ganhar. Foi uma combinação de azar e sorte. Por causa do abandono as coisas tinham ficado bem difíceis para mim, mas quando tem que ser é difícil alguém tirar. E enfim, depois de um vice e dois terceiros lugares, finalmente eu conquistei o título do Desafio - diz Di Grassi.

Lucas teve azar nos anos de 2006, 2007 e 2008, quando sempre esteve entre os favoritos e chegou à segunda prova disputando o título do Desafio, mas acabava sempre batendo na trave. Após o título, ele ressaltou a ótima corrida de Bia Figueiredo, que levantou as arquibancadas do kartódromo. Ele assegurou que, dentro da pista, não há diferença de sexos.

- Para nós não tem diferença ela ser uma mulher. Dentro da pista é tratado como qualquer outro piloto.

veja também