MENU

Di Grassi quer continuar na Fórmula 1 em 2012, mas já pensa em alternativas

Di Grassi quer continuar na Fórmula 1 em 2012, mas já pensa em alternativas

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 3

Lucas di Grassi quer continuar na Fórmula 1 em

2012 (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

  Atual piloto de testes da Pirelli, Lucas di Grassi ainda não sabe como será sua temporada 2012 na Fórmula 1. O brasileiro correu na estreante Virgin em 2010 ao lado do alemão Timo Glock, mas saiu da equipe no fim daquele campeonato. A experiência com o desenvolvimento dos pneus pode ser positiva para tentar ser titular no próximo ano, mas ele já analisa outras alternativas. Ele não descarta, inclusive, correr na Fórmula Indy, desde que em uma equipe de ponta.

- Tenho três opções para o ano que vem. O plano A seria voltar a correr de Fórmula 1, mas vai depender da abertura de uma vaga. O B seria continuar trabalhando no desenvolvimento de alguma coisa como os pneus. E o  C é a Indy, dependendo da proposta, se for numa condição para ganhar. Mas estar rodando muitos quilômetros com a Pirelli neste ano e já ter experiência de uma temporada, pode ajudar muito para conseguir algo bom em 2012 - diz.

Apesar do desejo de retornar à Fórmula 1, Di Grassi diz que não aceitaria passar as dificuldades do ano passado, quando correu em uma equipe sem experiência na categoria. A Virgin desenvolveu seu carro sem um túnel de vento e com um orçamento bastante restrito, o que atrapalhou muito.

- Dependerá muito das opções do contrato. Até aceitaria se mostrassem que há potencial de crescimento em longo prazo. Mas nas condições que peguei no primeiro ano, não.     Sobre a Indy, o brasileiro disse que apenas foi aos Estados Unidos conhecer a categoria. Segundo ele, ainda não existem negociações, mas ele não vê problemas em correr nos circuitos ovais. Outras opções para ele seriam o Alemão de Turismo (DTM) e as 24 Horas de Le Mans.

- Nunca andei em oval na minha vida, enquanto a primeira vez que andei de F-1 foi em 2005. Andei de GP2, conheço todas as pistas da Europa. Mas não acredito que oval seja complicado, e em 2012 mudará a parte técnica com o novo carro, e vai ter menos oval do que misto. Fui lá dar uma olhada, conversar com a categoria, conhecer as regras, como serão os aspectos financeiros e de TV e para traçar uma estratégia de saber qual seria a melhor equipe caso seja uma opção. Há outras categorias em paralelo como o DTM e Le Mans, que eu sonho fazer um dia.        

veja também