MENU

Diante das mudanças de regras, Vettel tenta manter soberania

Diante das mudanças de regras, Vettel tenta manter soberania

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 10:35

Por alguns momentos nas duas últimas semanas, a soberania de Sebastian Vettel foi deixada de lado. As repentinas mudanças de regras impostas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) se tornaram o principal assunto da mídia especializada antes do GP da Inglaterra, neste fim de semana, no circuito de Silverstone. Apontada como medida para frear o domínio da RBR em 2011, a limitação do uso do difusor soprado passa a valer nesta corrida e, para muitos, pode representar um divisor de águas. A prova será no domingo, às 9h (horário de Brasília).

Mark Webber saltou no pódio para comemorar sua vitória no GP da Inglaterra no ano passado (Foto: Reuters)

  Vettel, no entanto, ainda é o favorito. Depois de Jenson Button brilhar no Canadá, o piloto alemão retomou as rédeas da disputa e venceu o GP da Europa com sobras. O atual campeão lidera a competição, com 186 pontos, à frente do próprio piloto da McLaren, com 109. No ano passado, no entanto, cometeu um erro durante a corrida e viu seu companheiro de equipe, Mark Webber, brilhar e ficar com a vitória.

A Ferrari, que mostrou evolução em Valência, tenta avançar ainda mais e passa a ameaçar, de fato, o domínio da RBR. A escolha dos pneus, no entanto, ainda preocupa. A Pirelli resolveu levar compostos macios e duros para Silverstone, o que não agradou à Scuderia.

Sebastian Vettel: Apontado como sucessor de Michael Schumacher, Vettel tem um aproveitamento este início de temporada melhor do que o heptacampeão em sua melhor arrancada, em 2004. Após a vitória no GP da Europa, mesmo com a limitação dos mapeamentos eletrônicos, o alemão consolidou a posição como piloto a ser batido em 2011. Se vencer em Silverstone, será sua sétima vitória em nove corridas no ano.

Sebastian Vettel busca a manutenção do domínio em 2011 mesmo com as medidas da FIA (Foto: EFE)

Lewis Hamilton: Antigo garoto prodígio da Fórmula 1, Hamilton enfrenta sua pior fase na categoria. Embora os dirigentes da McLaren tenham saído em defesa ao piloto nas últimas semanas, o inglês já não tem mais seu prestígio inabalado na equipe. Neste domingo, em casa, Hamilton tenta dar a volta por cima, pressionado na busca por resultados.

O clima na RBR não era dos melhores após o treino classificatório para o GP da Inglaterra. A polêmica da nova asa dianteira dada a Sebastian Vettel não agradou a Mark Webber, que reclamou publicamente. E a confusão acabou sendo levada para a pista. Após uma péssima largada do alemão, o australiano se aproveitou e assumiu a ponta. Mas Vettel não se contentou e tentou dar o troco na segunda curva, a Maggots. Ele exagerou, quase tocou no companheiro e saiu da pista. Webber lucrou e teve pista livre para vencer a corrida em Silverstone com tranquilidade. Na comemoração pelo rádio do carro, ele ainda ironizou a decisão na equipe no sábado.

O australiano não deu chances e chegou pouco mais de um segundo à frente de Lewis Hamilton, da McLaren, que ficou em segundo durante toda a corrida. Nico Rosberg, da Mercedes, completou o pódio ao ganhar a terceira posição de Fernando Alonso, da Ferrari, punido com um drive through. Rubens Barrichello foi o melhor brasileiro em Silverstone: terminou em quinto. O piloto da Williams fez uma bela largada, ganhou posições e se manteve andando no ritmo dos primeiros colocados.

Confira como funciona o difusor integrado ao escapamento:

veja também