MENU

Dicas para o Flu: Lucio Flavio aponta qualidades e defeitos do América

Dicas para o Flu: Lucio Flavio aponta qualidades e defeitos do América

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 9:53

Há pouco mais de dois meses no Atlas-MEX, Lucio Flavio ainda dá seus primeiros passos no México. Anunciado como o ‘Pelé Branco’ em seu desembarque em Guadalajara, o meia já parece adaptado ao país. Até mesmo o pouco tempo na terra da tequila e sombreros parece ser o suficiente para o ex-armador do Botafogo ficar por dentro do que acontece no futebol mexicano.

Nem mesmo a antiga rivalidade com Fluminense impede Lucio Flavio de passar dicas preciosas sobre o América-MEX, adversário do tricolor na quarta-feira, pela Libertadores. O meia admite a torcida pelo clube carioca.

- Na verdade, torço pelos times brasileiros na Libertadores. Até porque, hoje, o América-MEX é meu adversário. Também tenho alguns amigos no Fluminense. Trabalhei com o Muricy no São Caetano. Tem o Diguinho, o Gum. Sou muito amigo do Gum. Até falei com ele por telefone e ofereci algumas dicas sobre o América-MEX – revelou o jogador do Atlas.

Para Lucio Flavio, o caminho do sucesso do Fluminense na Cidade do México passa por uma jogada típica dos times treinados por Muricy Ramalho: a bola parada. O meia acredita que o Tricolor Carioca, por ter ótimos cabeceadores, tem tudo para surpreender o América-MEX nos Azteca.

- Acho que o Fluminense pode tirar proveito de uma arma que o Muricy sabe usar muito bem: a bola parada. Pode ser um ponto fundamental para se ter sucesso no jogo. Tirando os dois zagueiros do miolo de zaga, o restante do time não é tão alto. Já o time do Fluminense tem uma boa estatura. Ainda tem o Conca, que bate muito bem na bola, e bons cabeceadores para tirar proveito.

Se aposta no jogo aéreo tricolor, Lucio Flavio pede atenção com a velocidade do time mexicano e aponta os principais perigos do América-MEX.

- Do meio para frente é um time muito rápido. Jogam com velocidade e aproveitam muito bem a questão da altitude. A bola corre muito.

O trio ofensivo do adversário do Fluminense também é bastante elogiado pelo meia.

- O Vuoso é o principal jogador do América-MEX. É um bom atacante, finalizador, que incomoda muito as defesas. O Montenegro é um meia muito habilidoso, inteligente, que arma bem o time. E tem também o Reina, atacante de muita velocidade, driblador. Um jogador chato, muito leve.

O bom momento do time da capital mexicana também é destacado por Lucio Flavio.

- No Campeonato Mexicano, o América-MEX está na mesma chave do Atlas. Eles estão com a mesma pontuação, mas com um jogo a mais. Começaram muito mal e, na terceira rodada, trocaram de treinador. A partir daí o time cresceu bastante. No domingo eles jogaram contra o Toluca, que é outra equipe muito forte, e venceram por 4 a 3. Foi um jogaço.

O próprio Lucio Flavio já foi vitima do América-MEX. Com o brasileiro em campo, o Atlas foi derrotado em Guadalajara, por 2 a 0, na estreia do técnico chileno Carlos Reinoso.

- Eles vieram muito motivamos, bem fechados, jogaram muito bem e nos venceram em Guadalaraja – lamentou.    

veja também